• Busque fornecedores, produtos e matérias

Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > > Energia solar fotovoltaica cresce no Brasil

Energia solar fotovoltaica cresce no Brasil

Energia solar fotovoltaica cresce no Brasil

O Brasil é um País privilegiado. Temos sol o ano todo e, por isso, muitas vantagens na área de geração de energia limpa e renovável, como é o caso da energia solar fotovoltaica.

Estamos, inclusive, no grupo dos 20 países líderes em energia solar no mundo, de acordo com a Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica). Após somarmos 2.120 megawatts em novos sistemas de geração solar em operação em 2019, estamos no 16º lugar no ranking global.

Além disso, segundo a associação, foram destinados mais de R$ 30 bilhões de investimentos para a área; desse total, R$ 15,52 bilhões foram usados em usinas de grande porte nas regiões Nordeste e Sudeste para gerar energia a milhares de brasileiros pelo Sistema Interligado Nacional, gerando mais de 63 mil postos de trabalho em 2019.

Esses números mostram que a energia solar fotovoltaica só tende a crescer no País. Vantagens não faltam, pois é uma energia limpa e inesgotável, muito mais econômica e viável para vários setores e que ajudará regiões remotas a se desenvolverem economicamente.

Além disso, o Governo brasileiro incluiu diversos equipamentos de energia solar em lista de bens de capital com imposto zero até o final de 2021, o que impulsionará ainda mais o segmento.

Como atuamos nessa área, por meio da Solen Energia, empresa do Grupo Buonny, apostamos muito nesse crescimento e na mudança de comportamento do brasileiro ao longo dos próximos anos.

Para isso, acreditamos que a inovação tecnológica é fundamental nessa área, principalmente em função dos impactos ambientais. É importante também não só pensarmos no progresso, mas em como aliar modernas tecnologias com respeito e harmonia à natureza, por meio de soluções sustentáveis e que garantam, ao mesmo tempo, economia e autonomia aos usuários, trazendo, mais uma vez, a tecnologia a favor do homem.

Exemplo

O Brasil tem condições de ser exemplo para o restante do mundo nesse segmento e trabalhamos para isso, inclusive para mudar o paradigma de que a energia solar fotovoltaica é cara.

Para residências, dependendo do equipamento utilizado, a conta pode se resumir somente às taxas mínimas cobradas pela concessionária de energia. Além da possibilidade de financiamento do kit para uma casa, o investimento se paga em até três anos, dependendo da insolação da região.

Para o mercado corporativo, as vantagens também são enormes. É possível, por exemplo, instalar placas fotovoltaicas em substituição a cobertura de estacionamentos, em galpões, entre outras dependências, para gerar a própria energia. A energia fotovoltaica ainda é um bom investimento nesse momento da economia, se compararmos com outras modalidades de investimentos do mercado, uma vez que a Selic está em queda (2,25% em julho de 2020).

Em alguns segmentos, como agronegócios, usar a energia fotovoltaica permite levar água aos animais e à agricultura com muito mais economia e rapidez, entre outras vantagens, que certamente aumentam a competitividade e trazem novas possibilidades de negócios.

Para o segmento de transportes e logística, no qual atuamos, o uso da energia solar fotovoltaica é muito positivo. Isso porque a utilização da energia nas instalações da empresa ajuda a reduzir custos com energia elétrica e, consequentemente, gerar receita para investimento no próprio negócio, uma vez que placas fotovoltaicas promovem redução de até 95% do custo da energia.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro