Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > > 5 cuidados para garantir segurança à instalação elétrica de ar-condicionado

5 cuidados para garantir segurança à instalação elétrica de ar-condicionado

Para evitar curtos indutores de incêndios, equipamentos precisam de tomada e disjuntor exclusivos, assim como de fiação adequada. Saiba mais

Texto: Juliana Nakamura

paredes-curvas-drywall
A instalação inadequada em um sistema elétrico, seja residencial ou comercial, pode levar à sua sobrecarga (foto: Wstockstudio/ Shutterstock)

Os aparelhos de ar-condicionado precisam ser instalados em conformidade com uma série de normas para que funcionem de forma segura e eficaz. A interligação desses equipamentos de alta potência com a rede elétrica é um ponto crítico, que merece cuidados.

Veja disjuntores no Portal AECweb
Veja condutores elétricos no Portal AECweb

Uma instalação inadequada em um sistema elétrico, seja residencial ou comercial, pode levar à sua sobrecarga, que por sua vez pode provocar quedas ou oscilações de tensão gerando danos nos demais equipamentos ligados no mesmo circuito. “Em casos mais graves e extremos, com sistemas elétricos mal dimensionados, esta sobrecarga pode ocasionar curto-circuito, culminando em um incêndio”, alerta o professor da FEI, Rudolf Bühler.

Vale lembrar que algumas tragédias de grandes proporções tiveram origem justamente em um curto-circuito vindo da instalação inadequada de sistemas de condicionamento de ar. Foi o caso do incêndio que destruiu o Museu Nacional, em 2018, no Rio de Janeiro, e do que provocou a morte de 187 pessoas no edifício Joelma, em São Paulo, nos anos 1970.

Você confere a seguir cinco práticas fundamentais que devem ser adotadas para garantir a segurança da instalação elétrica de ar-condicionado:

Antes mesmo da instalação desses equipamentos, é fundamental contratar um projeto elaborado por profissional qualificado e seguir a aquisição dos materiais especificados pelo projetista
Édison Motoki

1) Instalador qualificado é fundamental

A qualidade da instalação elétrica está relacionada diretamente ao desempenho dos condicionadores de ar. Por isso mesmo, deve ser realizada por profissional capacitado.

“Antes mesmo da instalação desses equipamentos, é fundamental contratar um projeto elaborado por profissional qualificado e seguir a aquisição dos materiais especificados pelo projetista”, comenta o professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Édison Motoki.

2) Utilize rede elétrica adequada

Na instalação de um aparelho de condicionamento de ar, assim como ocorre com qualquer outro equipamento, o instalador especializado deve se atentar ao consumo da máquina e verificar o circuito elétrico onde ela será instalada. “O consumo total dos equipamentos ligados ao circuito não poderá, em hipótese alguma, superar a capacidade de fornecimento de energia elétrica daquele circuito”, diz Rudolf Bühler.

Segundo o professor, do ponto de vista elétrico, o erro mais comum nesse tipo de instalação é não se atentar às normas dedicadas aos sistemas elétricos, em especial, ao correto dimensionamento do circuito. “Nessa etapa, é preciso considerar o pior caso de plena carga, ou seja, um cenário no qual todos os equipamentos estejam ligados ao circuito simultaneamente”, salienta o professor.

3) Observe a bitola da fiação

A instalação de ar-condicionado não pode utilizar qualquer tipo de condutor. É preciso escolher fios com a bitola adequada não apenas para garantir segurança à instalação, como também para assegurar o bom funcionamento do aparelho.

Quanto maior for a potência do aparelho, maior deverá ser a espessura do fio. Como ocorre com outras instalações elétricas, em hipótese alguma podem ser utilizados fios desencapados ou com isolamento inadequado.

4) Disjuntor e circuito dedicado

O consumo total dos equipamentos ligados ao circuito não poderá, em hipótese alguma, superar a capacidade de fornecimento de energia elétrica daquele circuito
Rudolf Bühler

Em função de suas especificidades, os aparelhos de ar-condicionado exigem instalações elétricas exclusivas. É necessário, por exemplo, reservar uma tomada de uso específico (TUE) para ligá-lo ao circuito dedicado. Isso significa que outros equipamentos jamais devem ser ligados na mesma tomada que o ar-condicionado. Da mesma forma, o uso de benjamins deve ser descartado sob o risco de gerar sobrecargas.

A máquina deve estar ligada a um disjuntor exclusivo, que deve ser escolhido com base na potência do aparelho. O ideal é utilizar disjuntores com capacidade de 25% a 50% acima da corrente nominal referente ao aparelho.

O disjuntor é um dos dispositivos utilizados de proteção elétrica que serve para proteger a fiação e os equipamentos ligados em seu circuito elétrico de sobrecargas de corrente e curto-circuitos. “Esse dispositivo funciona monitorando a ocorrência de aumentos de corrente elétrica que estejam acima do limite suportável pelo circuito, interrompendo de imediato a energia elétrica para evitar que ocorram danos mecânicos ou térmicos”, explica Bühler.

5) Manutenção periódica

Além de uma instalação precisa, a segurança elétrica no uso de aparelhos de ar-condicionado depende, também, de manutenções periódicas. Esses procedimentos, realizados por profissionais capacitados, devem seguir sempre as instruções do fabricante do equipamento.

LEIA TAMBÉM:

Saiba especificar o ar condicionado ideal para o seu projeto

Instalação de ar condicionado split exige estudo prévio do espaço físico

Colaboração técnica

tecnica-edificacoes-rosangela-ciarcia-arnandes
Édison Massao Motoki – Engenheiro eletricista especialista em eficiência energética, qualidade de energia, gestão de segurança em eletricidade, manutenção, automação de processos industriais e prediais. É professor na Universidade Presbiteriana Mackenzie
tecnica-edificacoes-rosangela-ciarcia-arnandes
Rudolf Buhler – Doutor em engenharia elétrica pelo Centro Universitário FEI e pela Universidade de São Paulo (USP), atua na área de pesquisa em semicondutores desde 2008. É professor na FEI
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro