• Busque fornecedores, produtos e matérias

Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > 6 dicas para usar concreto usinado em estruturas aparentes

6 dicas para usar concreto usinado em estruturas aparentes

Confira boas práticas de projeto, especificação e execução de concreto dosado em central para uso em estruturas aparentes

Texto: Juliana Nakamura

O concreto aparente possui baixo custo de manutenção (Crédito: shutterstock.com / ChunChang Wu)

O concreto aparente é um material estrutural bastante identificado com a arquitetura brasileira e aproveitado em projetos de diferentes portes, de edificações residenciais e comerciais a obras de infraestrutura.

Veja no Portal AECweb:

Serviço de bombeamento de concreto

Concreto convencional dosado em central

Concreto bombeável dosado em central

O interesse por esse material se explica, principalmente, por dois motivos. O primeiro é a estética atemporal e original, que remete aos movimentos modernista e brutalista e às obras de arquitetos como Oscar Niemeyer, Vilanova Artigas, Ruy Ohtake e Paulo Mendes da Rocha.

Há, também, uma questão funcional. Ao dispensar revestimentos, o concreto aparente apresenta baixo custo de manutenção. Uma vez curado e desenformado, o material precisa apenas de um tratamento impermeabilizante superficial.

Mas, para assegurar qualidade estrutural e a aparência final desejada, o uso do concreto aparente requer alguns cuidados especiais, como detalhamos a seguir:

1) Concreto dosado em central

Quando se fala em concreto aparente, a preferência deve recair sempre sobre o concreto dosado em central (usinado), que passa por um controle tecnológico superior. Isso é fundamental uma vez que o concreto aparente exige uma seleção de insumos mais criteriosa. A granulometria dos agregados, por exemplo, deve ser contínua. Além disso, o cimento empregado deve ter a mesma procedência do início ao término da obra, para evitar manchas e diferenças de tonalidade.

“O concreto virado em obra deve ser opção apenas quando o volume de concreto a ser utilizado é muito pequeno”, salienta o arquiteto Luiz Paulo Andrade.

O concreto virado em obra deve ser opção apenas quando o volume de concreto a ser utilizado é muito pequeno
Luiz Paulo Andrade

Ele lembra, porém, que o uso do concreto dosado em central deve ser precedido de um estudo logístico do local da obra, que deverá ser capaz de receber caminhões-betoneira e bombas. Vale lembrar que o concreto é um produto perecível e que deve ser aplicado respeitando rigorosamente os tempos disponíveis para seu uso.

2) Seleção da concreteira

O ideal é que se faça o pedido do concreto aparente em uma concreteira com a qual já se tenha algum relacionamento e que ofereça apoio técnico consistente.

Ao fazer o pedido, o responsável pela obra deve fornecer todas as informações técnicas exigidas para o material, incluindo abatimento, resistência característica, diâmetro máximo do agregado, relação água/cimento máxima etc.

3) A escolha do traço certo

A composição do concreto aparente varia em função do local de aplicação e do acabamento desejado. Normalmente, concretos mais fluidos são os que proporcionam melhor acabamento quando se deseja uma peça lisa.

Na hora de definir o melhor traço, vale pedir a consultoria da concreteira e explicar exatamente as características que se espera do material
Cristina Barbara

É possível, também, escolher por concretos coloridos ou que permitam realizar algum tipo de textura após a concretagem. “Na hora de definir o melhor traço, vale pedir a consultoria da concreteira e explicar exatamente as características que se espera do material”, sugere a arquiteta Cristina Barbara.

4) Moldes perfeitos

As formas a serem utilizadas para moldar o concreto são determinantes para garantir o resultado desejável. “Normalmente são utilizadas formas de compensado de madeira e as de compensado plastificado”, comenta Barbara. O molde metálico também pode ser utilizado, sobretudo quando se deseja um aspecto extremamente liso.

Um cuidado importante com relação às formas é a utilização de desmoldantes. A aplicação de desmoldante inadequado pode interferir na coloração do concreto, produzindo manchas e mudança de tom.

5) Controle de execução – cura

O sucesso da aplicação do concreto aparente depende fundamentalmente de uma boa cura. Quando não executada devidamente, essa etapa pode gerar evaporação prematura da água, levando a fissuras na superfície. O mais recomendado para concreto aparente é a cura úmida.

Assim como ocorre com outros concretos estruturais, a execução do concreto aparente deve seguir as normas técnicas de projeto e especificação, de recebimento e controle, de concreto dosado em central e de execução de estruturas de concreto. São elas: ABNT NBR 6118, ABNT NBR 12.655, ABNT NBR 7212 e ABNT NBR 14.931.

6) Acabamento

Uma vez devidamente curado, o concreto aparente deve receber uma camada de verniz fosco. “Esse material não altera em nada a aparência do concreto, mas é importante para vedar e proteger a estrutura”, explica Cristina Barbara.

A aplicação de vernizes requer a limpeza e o lixamento prévios da superfície para eliminação de imperfeições e resíduos de desmoldante.

CONFIRA TAMBÉM

Veja dicas para garantir a execução perfeita do concreto branco

Colaboração técnica

luiz-paulo-andrade
Luiz Paulo Andrade – Arquiteto e urbanista formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atua há 17 anos no segmento de arquitetura e design. É diretor do escritório de arquitetura que leva o seu nome.
cristina-barbara
Cristina Barbara – Designer de interiores formada pela Escola Panamericana de Arte. Está há 25 anos à frente do escritório Barbara & Purchio, atendendo a projetos residenciais de luxo, comerciais, lançamentos decorados, mostras e vitrines.
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro