Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > Concreto de alto desempenho viabiliza estruturas mais esbeltas e duráveis

Concreto de alto desempenho viabiliza estruturas mais esbeltas e duráveis

Cada vez mais comum em edificações e obras de infraestrutura, as aplicações do CAD avançam com o desenvolvimento de adições e aditivos, como os superplastificantes. Veja mais a seguir

Texto: Juliana Nakamura

concreto de alto desempenho
O concreto de alto desempenho é caracterizado pela porosidade e permeabilidade reduzidas (foto: Sketchphoto/shutterstock)

Nos últimos anos, o maior acesso a adições e aditivos especiais fez com que o concreto de alto desempenho (CAD) aumentasse suas aplicações, tanto em edificações, quanto em obras de infraestrutura.

Elaborado com cimentos especiais, adições minerais tipo sílica ativa e metacaulim, além de aditivos superplastificantes, esse tipo de concreto se caracteriza por apresentar porosidade e permeabilidade reduzidas. Com isso, são capazes de gerar estruturas mais resistentes ao ataque de agentes como cloretos, sulfatos, dióxido de carbono e maresia. Outra característica que costuma acompanhar os CADs é a alta resistência à compressão, o que é bastante útil quando se precisa produzir peças estruturais mais esbeltas e maximizar a área útil, principalmente nos andares próximos ao térreo.

PRINCIPAIS APLICAÇÕES

Pavimentos rodoviários, pisos industriais e obras de arte especiais, como pontes e viadutos, são alguns usos habituais do concreto de alto desempenho. Nesses casos, o material costuma ser especificado visando reduzir o volume total de concreto, o peso próprio e, em alguns casos, o custo da estrutura.

Como permite a utilização de elementos menos robustos para suportar a mesma carga, o CAD também vem sendo bastante útil na construção de edifícios altos, sobretudo em pilares dos primeiros pavimentos e no subsolo. Edifícios como a E-Tower, construída no início dos anos 2000 em São Paulo, é um exemplo do uso do CAD em pilares. Nesse caso, em vez de ter pilares de 90 x 90 cm com fck de 40 MPa, foi possível construir elementos estruturais com 60 x 70 cm com concretos de alto desempenho.

Graças à sua alta resistência aos ataques químicos, o CAD também encontra aplicação importante em estruturas submetidas a ambientes agressivos, como em edificações expostas à atmosfera salina, indústrias químicas e estruturas offshore. Nesses casos, o ganho de vida útil com a utilização do CAD pode chegar a aproximadamente 20%.

“Embora muitos relacionem o concreto de alto desempenho a ocasiões que exigem elevada resistência à compressão, esse produto pode ser aproveitado em diversas situações, como estruturas que demandem baixa permeabilidade, peças esbeltas que necessitem de um módulo de elasticidade maior, ou mesmo concretos expostos a ambientes muito agressivos”, acrescenta Ricardo Soares, gerente-geral de operações de concreto da Votorantim Cimentos.

CONTROLE DE QUALIDADE

Mas de pouco adianta especificar um CAD de grande durabilidade se o projeto arquitetônico, o projeto estrutural, a execução e os controles de qualidade não estiverem à altura do material.

A aplicação do CAD exige, além do controle da qualidade do cimento, dos agregados e da dosagem dos aditivos, acompanhamento da execução na obra em que será utilizado
Ricardo Soares

“A aplicação do CAD exige, além do controle da qualidade do cimento, dos agregados e da dosagem dos aditivos, acompanhamento da execução na obra em que será utilizado”, afirma Soares. Atenção especial deve ser dada, por exemplo, à programação de lançamento, bem como às etapas de secagem e cura. Isso porque uma das características do CAD é apresentar um alto módulo de deformação e resistência à tração, bem como menor retração durante a secagem.

Além disso, de modo geral, os CADs apresentam maior dificuldade de aplicação, principalmente por causa da maior coesão provocada pela sílica ativa. “A menor capacidade de deformação desses materiais é outro fator que exige cuidado, assim como o alto calor de hidratação, que em caso de peças de grandes volumes pode exigir ações especiais para o resfriamento da massa”, comenta Soares.

Nem todos os produtos reagem da mesma forma com um determinado cimento, gerando problemas de compatibilidade
Oswaldo Cascudo Matos

Como ocorre com outros tipos de concreto, o traço do CAD varia em função das especificações desejadas, da resistência necessária, do tipo de armadura, da dimensão dos agregados, entre outros fatores. Para o professor Oswaldo Cascudo Matos, da Universidade Federal de Goiás, um ponto crítico é a escolha dos aditivos que irão compor a mistura, em especial, os superplastificantes. “Isso porque nem todos os produtos reagem da mesma forma com um determinado cimento, gerando problemas de compatibilidade”, finaliza.

Leia também: Especificação de concreto de alta resistência deve seguir critérios rigorosos

Colaboração técnica

engenheiro civil marco lyro
Ricardo Soares — Gerente-geral de operações de concreto da Votorantim Cimentos.
Oswaldo Cascudo Matos — Engenheiro civil, doutor em construção civil pela Poli-USP. É professor na Escola de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade Federal de Goiás.
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro