Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > > Confira 5 dicas para escolher talhas elétricas de forma adequada

Confira 5 dicas para escolher talhas elétricas de forma adequada

Utilizada para içar objetos pesados, ferramenta deve contar com dispositivos de segurança para evitar o deslizamento de cargas e a sobrecarga

Texto: Juliana Nakamura

como-escolher-talhas-eletricas
As talhas elétricas podem movimentar cargas médias ou pesadas (foto: Zatevahins/shutterstock)

Na construção civil, talhas elétricas podem ser encontradas em canteiros de obras e em indústrias de pré-fabricados para a movimentação de cargas médias ou pesadas e para evitar o desgaste físico dos operadores. Essas máquinas são capazes de realizar movimentos verticais e, quando acopladas a um trole, podem fazer também movimentos de translação.

Talhas elétricas para locação no Portal AECweb

Talhas elétricas à venda no Portal AECweb

Diferentemente das talhas manuais, as elétricas são indicadas para locais cuja operação de içamento é contínua. Seu uso, porém, demanda acesso à energia elétrica, assim como uma série de cuidados relacionados à instalação e operação.

As talhas elétricas são compostas essencialmente de motores elétricos (da trole e da talha), corrente ou cabo de aço, botoeira de comando, recolhedor de corrente ou cabo e gancho de carga. O emprego desses equipamentos deve seguir as diretrizes das seguintes normas técnicas:

• ABNT NBR 11.327:2016 – Requisitos de utilização de talhas de corrente com acionamento motorizado
• ABNT NBR 11.095:2016 – Talhas de corrente com acionamento motorizado – Método de ensaio
• ABNT NBR 10.981:1989 – Talhas de corrente com acionamento motorizado – Especificação
• A seguir, listamos cinco dicas que podem facilitar a vida de quem procura por talhas elétricas.

Confira:

1- Compare os modelos com atenção aos critérios mais importantes

A busca pelo melhor modelo de talha elétrica deve levar em conta algumas informações. A primeira delas é o grau de utilização, que pode ser muito leve, leve, moderado ou severo.

Também deve-se considerar o peso do material que será transportado, lembrando que é possível encontrar talhas elétricas com capacidade de carga de 50 até 50 mil quilos. Outro item que não pode ser ignorado é a capacidade disponível da estrutura de suporte.

Velocidade e altura de elevação, assim como o método de montagem, são também fatores a ser considerados na especificação de talhas elétricas. “A depender da utilização do equipamento, as talhas podem ser adquiridas com velocidade simples ou velocidade dupla”, explica Paulo Américo Pinheiro, gerente de vendas da Climber Equipamentos Industriais.

A depender da utilização do equipamento, as talhas podem ser adquiridas com velocidade simples ou velocidade dupla
Paulo Américo Pinheiro

Se a opção for pela compra, em vez da locação, vale verificar se o fornecedor possui peças de reposição, assistência técnica e acessórios compatíveis.

2- Escolha o tipo certo de talha para sua aplicação

A indústria disponibiliza dois tipos de talhas elétricas: as de cabo de aço e as de corrente. Ambos podem ser encontrados em modelos variados e com diferentes graus de robustez.

As talhas de cabo são mais utilizadas em linhas de produção fechadas, com menos exposição à poeira e a respingos de água.

Por contarem com sistema de blindagem mais sofisticado, as talhas de corrente podem ser submetidas a condições de aplicação mais críticas. Além disso, tendem a ser mais compactas, sendo indicadas para locais com limitação de espaço de movimentação. Outra vantagem das talhas de corrente é a menor emissão de ruídos, em comparação aos modelos de cabo.

3- Busque profissionais habilitados para a instalação

As talhas elétricas devem ser presas a uma estrutura estável, que pode ser um portal móvel, um guindaste ou uma viga de aço.

“A instalação desse equipamento depende da existência de uma estrutura capaz de suportar o seu próprio peso, além da carga”, destaca Luca Perim Júnior, analista de suprimentos sênior na Casa do Construtor. Ele conta que o cálculo de cargas para a instalação de talhas deve ser realizado por um profissional legalmente habilitado.

A instalação desse equipamento depende da existência de uma estrutura capaz de suportar o seu próprio peso, além da carga
Luca Perim Júnior

4- Se for comprar, não abra mão da manutenção preventiva

Talhas elétricas são equipamentos de vida útil longa. Mas, para atingirem tal condição, devem ser submetidas a manutenções preventivas. Precisam ser periodicamente inspecionados itens como tambor, guia de cabo, fim de curso, moto redutor, painel de comando, botoeira de acionamento, gancho, moitão e cabos.

A manutenção é responsabilidade do fornecedor da talha quando o modo de contratação é a locação.

A compra de talhas elétricas torna-se interessante financeiramente quando se prevê uso prolongado da talha. A locação, de modo geral, é mais vantajosa para trabalhos pontuais.

5- Adote boas práticas para ter uma operação segura

A maior parte das talhas elétricas incorpora algum tipo de mecanismo de segurança para evitar o deslizamento de cargas e a sobrecarga. Modelos mais modernos são equipados com interruptores de segurança que cortam automaticamente a energia caso haja algum problema com o sistema.

Além das normas técnicas da ABNT, a operação de talhas deve atender às orientações da NR18 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção, e da NR 12 – Segurança no Trabalho em máquinas e equipamentos. Essas normas determinam, por exemplo, que a talha jamais deve operar sob chuva ou sem trava de segurança no gancho.

Saiba mais

Como preparar uma base de apoio para o içamento de cargas

Colaboração técnica

Luca Perim Júnior – Analista de suprimentos sênior na Casa do Construtor Franquia.
Paulo Américo Pinheiro – Gerente de vendas na Climber Equipamentos Industriais
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro