Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > Por que e quando usar medidores de ângulos e inclinômetros?

Por que e quando usar medidores de ângulos e inclinômetros?

Eles agregam precisão à execução de serviços variados. Conheça aplicações e critérios a serem adotados na seleção desses instrumentos de medição digitais

Texto: Juliana Nakamura

inclinometro digital
Existem inclinômetros capazes de alertar riscos de quedas de encostas e falhas em estruturas (foto: Audrius Merfeldas/shutterstock)

As engenharias civil e mecânica envolvem uma série de atividades que demandam máxima precisão. Para auxiliar nessas tarefas, a indústria disponibiliza uma ampla gama de aparelhos eletrônicos, incluindo medidores de ângulos. Esses equipamentos contemplam tanto tecnologias simples, usadas para apoiar atividades no canteiro, quanto sofisticadas, e que têm estreita relação com a segurança dos operadores.

Veja no Portal AECweb instrumentos de medição

MEDIDORES DE ÂNGULOS

É possível encontrar no mercado medidores de ângulos digitais portáteis. Esses aparelhos são indicados para serviços como nivelamento de pisos e instalação de rodapés, instalações de portas e janelas, construção de esquadrias e telhados e montagem de gôndolas em lojas.

Alguns modelos dessa categoria dispõem de ponteira a laser e permitem calcular ângulos para trabalhar em conjunto com uma serra de meia esquadria, por exemplo, garantindo maior exatidão nos cortes. “Os preços de venda ao consumidor desse tipo de aparelho variam entre R$1.260 e R$1.930”, comenta Renato Vieira, executivo de marketing da linha de Medição Bosch no Brasil.

INCLINÔMETROS DIGITAIS

Há, também, os inclinômetros, que além de medir o ângulo, bloqueiam a operação e aumentam a segurança durante o uso de alguns equipamentos. A faixa de preço desses produtos vai de R$ 400 a R$ 5 mil.

Nesses casos, é a aplicação que impacta o preço. “Um balancim elétrico utiliza um inclinômetro simples, que mede a inclinação e bloqueia a subida caso ela supere o valor seguro previamente programado. Já um caminhão basculante precisa de um kit inclinômetro mais robusto e com diversos sensores para garantir uma operação de descarga segura”, explica Tales Bolson, gerente comercial na ComLink.

Existem, ainda, inclinômetros utilizados em aplicações mais críticas, para alertar riscos de quedas de encostas e falhas em estruturas como viadutos, prédios e represas. “Nesses casos, os inclinômetros são capazes de detectar qualquer movimentação indesejada dessas estruturas, mesmo que micrométricas. Com isso, permitem diagnosticar ou alertar sobre futuros acidentes”, acrescenta Márcio Slomp, diretor na ComLink.

COMO ESCOLHER

Qualquer equipamento profissional deve ser adquirido em revendas autorizadas que darão apoio em toda a jornada do consumidor, especialmente no pós-vendas
Renato Vieira

A aquisição de aparelhos para medir ângulos deve ser precedida de alguns cuidados. “Qualquer equipamento profissional deve ser adquirido em revendas autorizadas que darão apoio em toda a jornada do consumidor, especialmente no pós-vendas”, diz Vieira. Segundo ele, é altamente recomendável adquirir um produto de marca com reconhecimento no mercado. “Essa é uma garantia de estar levando para a obra um equipamento que passou por rigorosos testes de qualidade e eficiência.”

Por se tratar de um dispositivo eletrônico utilizado em ambientes hostis, o grau de proteção contra intempéries e a qualidade dos componentes utilizados na fabricação é importante para se ter um produto duradouro. “A empresa deve fornecer informações sobre a aplicação, quais componentes são necessários e, o mais importante, como configurar e utilizar o produto”, destaca Bolson.

NOVOS DESENVOLVIMENTOS

A eletrônica está constantemente lançando novos componentes e aprimorando sistemas. Hoje, é possível medir ângulos em três eixos, gravar eventos com data e horário de risco e baixá-los em um smartphone através de um aplicativo dedicado
Tales Bolson

Nos últimos anos, os medidores de ângulos evoluíram bastante, incorporando recursos que agregaram mais ergonomia e versatilidade. Entre os novos recursos adicionados aos modelos portáteis, é possível destacar display iluminado rotativo e o ponto laser para transferência de ângulos.

“A eletrônica está constantemente lançando novos componentes e aprimorando sistemas. Hoje, é possível medir ângulos em três eixos, gravar eventos com data e horário de risco e baixá-los em um smartphone através de um aplicativo dedicado”, finaliza Tales Bolson.

Colaboração técnica

Tales Bolson
Tales Bolson — Tecnólogo em automação formado na Universidade de Caxias do Sul, é gerente comercial na ComLink Equipamentos Eletrônicos.
Márcio Slomp — Engenheiro eletricista, é diretor da ComLink Equipamentos Eletrônicos.
Renato Vieira — Responsável de marketing da linha de Medição Bosch para o mercado brasileiro.
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro