• Busque fornecedores, produtos e matérias

Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > > Saiba como garantir o isolamento acústico ideal em hotéis

Saiba como garantir o isolamento acústico ideal em hotéis

Soluções de arquitetura e especificação correta de materiais ajudam a assegurar conforto acústico e privacidade a quartos de hotéis. Entenda

Texto: Juliana Nakamura

projetos de acústica em hotéis
É recomendada a construção de paredes duplas ou desacopladas para evitar a transmissão de ruídos entre quartos contíguos (foto: Edvard Nalbantjan/shutterstock)

Diretamente associado à sensação de conforto e à privacidade, o controle de ruídos é um dos aspectos mais críticos em projetos de arquitetura hoteleira.

Entre os desafios a serem equacionados estão a redução de ruídos externos e internos. No primeiro grupo estão os sons provenientes da rua ou da vizinhança. Já no segundo grupo há uma ampla gama de sons indesejáveis, desde os gerados pela movimentação em salas de convenções e em restaurantes, àqueles produzidos por máquinas e equipamentos, como elevadores e aparelhos de ar condicionado, por exemplo.

Há, ainda, a necessidade de evitar uma causa muito comum de reclamações por parte dos hóspedes: a transmissão sonora entre os quartos contíguos e entre corredores e quartos.

Janelas acústicas

Portas acústicas

Acústica - Projetos e materiais

Placas e mantas de lã de rocha

Isolantes e absorvedores acústicos

Mantas de fibras cerâmicas

ACÚSTICA EM HOTÉIS

Entender a origem e as causas dos ruídos a serem controlados é fundamental para a definição da estratégia de mitigação mais eficaz. A arquiteta Débora Barreto, especialista em projetos de acústica e diretora da Audium, conta que as principais ações estão relacionadas à especificação de paredes e esquadrias com isolamento acústico.

No caso das paredes, normalmente construídas em drywall, é fundamental calcular com precisão a composição do sistema – sobretudo a quantidade e espessura das chapas, a dimensão da câmara de ar e a inserção de lã mineral no miolo. “Além disso, cuidados devem ser tomados para garantir a correta instalação, uma vez que a existência de frestas e perfurações pode comprometer a estanqueidade”, salienta Barreto.

Com relação às portas e janelas, é fundamental garantir boa vedação. Em instalações hoteleiras a especificação normalmente recai sobre vidros laminados ou duplos com borrachas nos encontros e caixilhos de PVC.

Toda especificação acústica depende diretamente da localização do hotel
Débora Barreto

“Mas toda especificação acústica depende diretamente da localização do hotel”, diz Débora Barreto, lembrando que uma esquadria que isola ruído de tráfego rodoviário não é a mesma que evita sons de avião.

RUÍDOS INTERNOS

Para minimizar os efeitos provocados por ruídos e vibrações é importante evitar ao máximo os contatos rígidos e dimensionar elementos antivibratórios adequados à cada situação.

Para evitar a transmissão de ruídos entre quartos contíguos, a construção de paredes duplas ou desacopladas costuma apresentar bom resultado. Para evitar transtornos com ruídos do corredor, uma solução usual é instalar revestimentos absorvedores de impactos nos pisos dos corredores. Ruídos gerados pela movimentação nas tubulações hidráulicas geralmente são contornados com um bom projeto de instalações e com a inserção de material resiliente capaz de evitar a transmissão de vibração para a estrutura da edificação.

A escolha dos revestimentos, seja em forros, pisos, paredes e mobiliário, pode auxiliar bastante na tarefa de absorver ruídos e criar uma ambiência mais tranquila e acolhedora
Melina Romano

A abordagem do conforto acústico em uma instalação hoteleira precisa ser ampla e permear todos os ambientes. “A escolha dos revestimentos, seja em forros, pisos, paredes e mobiliário, pode auxiliar bastante na tarefa de absorver ruídos e criar uma ambiência mais tranquila e acolhedora”, diz a designer de interiores Melina Romano.

No Brasil não há normas específicas que tratem de acústica de hotéis. No entanto, são utilizadas como referências as normas da ABNT NBR 15.575:2013 Edificações habitacionais — Desempenho, e NBR 10.152:2017 Acústica — Níveis de pressão sonora em ambientes internos a edificações”. As grandes redes hoteleiras também possuem documentos com critérios e especificações que apresentam graus de exigência variáveis em função do padrão do empreendimento. Para se ter uma ideia, não são tolerados, internacionalmente, mais que 55 dB de ruídos externos em quartos em hotéis cinco estrelas.

Colaboração técnica

Debora Barreto
Débora Barretto — Arquiteta e urbanista, é mestre em engenharia ambiental urbana na área de poluição sonora e especialista em acústica nas construções pela UPM/Espanha. Vice-presidente da Sobrac (Sociedade Brasileira de Acústica) e conselheira fundadora da ProAcústica (Associação Brasileira para Qualidade Acústica), é diretora da Audium, empresa especializada em projetos e consultorias de áudio, acústica e iluminação.
Melina Romano
Melina Romano — Designer de interiores formada pela Escola Panamericana de Arte especializada em mobiliário na Accademia Italiana de Firenze. Dirige escritório com o seu nome, onde realiza projetos residenciais, comerciais, hoteleiros e corporativos.
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro