• Busque fornecedores, produtos e matérias

Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > > Bombeiros suspendem circulação em área da ponte que desabou em Gênova

Bombeiros suspendem circulação em área da ponte que desabou em Gênova

Barulhos vindos da estrutura levaram o Corpo de Bombeiros a realizar o bloqueio do tráfego na região. Área permanecerá fechada até a verificação do estado do viaduto

Texto: Pedro Miranda

Barulhos vindos da estrutura levaram o Corpo de Bombeiros a realizar o bloqueio do tráfego na região. Área permanecerá fechada até a verificação do estado do viaduto


Moradores estão impedidos de buscar os pertences nas residências da chamada “zona vermelha” (crédito: shutterstock.com / vacancylizm)

22/08/2018 | 09:25 – A área próxima à ponte Morandi, que desabou em Gênova no último dia 14, está interditada pelo Corpo de Bombeiros. A estrutura que não ruiu está acima de casas em duas ruas distintas. Os moradores estão impedidos de buscar os pertences nas residências que estão na “zona vermelha” da cidade.

A medida foi tomada após os Bombeiros escutarem ruídos advindos da estrutura da ponte que ainda está de pé. Os moradores circulavam pela área em turnos para a recuperação de pertences dentro das casas. A proibição continuará até a verificação do estado estrutural do viaduto.

Cerca de 600 pessoas foram notificadas que não poderão retornar às suas residências e receberão novos imóveis. Desde o último dia 20 foram entregues 11 casas.

Relembre o caso

Construída nos anos 60, a ponte Morandi, localizada na cidade de Gênova, desabou no dia 14 de agosto de 2018. Cerca de 200 metros da estrutura entraram em colapso. O acidente resultou na morte de 43 pessoas.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro