O portal da Arquitetura,
Engenharia e Construção
Receba Boletins e Informativos. Saiba mais
Fechar


  • Home

  • Seta CimaFornecedores
  • Seta CimaProdutos
  • Seta CimaArquitetura
  • Seta CimaEquipamentos
  • Seta CimaRevista Digital
  • Seta CimaWeb Seminários
  • Seta CimaConexão AEC
  • Seta CimaBlog
Seta Direita

Busca por Fornecedor ou ProdutoUtilize a barra de busca para procurar
o fornecedor ou produto que você deseja!

> > > Escavação do maior túnel do Rodoanel Norte de SP é concluída

Escavação do maior túnel do Rodoanel Norte de SP é concluída

Túnel 301 tem 1,7 km de extensão e atravessa a Serra da Cantareira, região com características geológicas desafiadoras para o consórcio construtor

Texto: Nathalia Lopes

Túnel 301 tem 1,7 km de extensão e atravessa a Serra da Cantareira, região com características geológicas desafiadoras para o consórcio construtor


Túnel atravessa a Serra da Cantareira, região montanhosa ao norte da capital do Estado coberta por Mata Atlântica nativa (crédito: Alexandre Carvalho/A2img)

14/06/2017 | 11:20 –  A escavação do túnel 301 do trecho Norte do Rodoanel Mario Covas, na Grande São Paulo, foi concluída nesta semana. Segundo a estatal paulista Desenvolvimento Rodoviário S. A. (Dersa), a passagem subterrânea de 1,7 km é a mais extensa da rodovia em construção.

Segundo a Dersa, a obra foi a que apresentou maiores desafios técnicos para os construtores do Rodoanel Norte, devido às características do solo da região. O túnel atravessa a Serra da Cantareira, região montanhosa e coberta por Mata Atlântica nativa localizada ao norte da capital do Estado.

O trecho Norte do Rodoanel terá sete túneis duplos, que vão comportar até quatro faixas de rolamento em cada sentido. Com 44 km de extensão, a rodovia vai conectar os trechos Oeste e Leste, já em operação, e dará acesso à Rodovia Fernão Dias. Uma extensão de 3,6 km vai conectar o Rodoanel ao Aeroporto Internacional de Guarulhos.

A obra demandou investimentos da ordem de R$ 8 bilhões. Pouco mais da metade – R$ 4,3 bilhões – foi efetivamente usado na contratação de obras. O restante foi destinado ao pagamento de compensações ambientais, a desapropriações, e outras atividades complementares do projeto.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos do Portal AECweb.

+55 (11) 3879-7777

Fale conosco