• Busque fornecedores, produtos e matérias

Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > > Justiça condena Vale a pagar danos por rompimento em Brumadinho

Justiça condena Vale a pagar danos por rompimento em Brumadinho

Decisão representa a primeira condenação da Vale nos processos envolvendo o desastre. Quantia a ser paga pela mineradora não foi definida

Texto: Yuri Soares

Decisão representa a primeira condenação da Vale nos processos envolvendo o desastre. Quantia a ser paga pela mineradora não foi definida


Tragédia ocasionou a dispersão de um grande volume de rejeitos de minério em comunidades da região e ao longo das margens do rio Paraopeba, na Bacia do Rio São Francisco (Créditos: Luís Santana/ALMG)

16/07/2019 | 11:05 - A Justiça de Minas Gerais condenou a mineradora Vale a pagar todos os danos causados pelo rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), ocorrido em janeiro deste ano. A tragédia ocasionou a dispersão de um grande volume de rejeitos de minério em comunidades da região e ao longo das margens do rio Paraopeba, na Bacia do Rio São Francisco, deixando, até o momento, 247 mortos e 23 desaparecidos.

A decisão, proferida pelo juiz Elton Pupo Nogueira da 6ª Vara da Fazenda Pública de Belo Horizonte, representa a primeira condenação da Vale nos processos envolvendo o desastre. A quantia a ser paga pela mineradora não foi definida.

Segundo o Tribunal de Justiça de Mina Gerais (TJ-MG), a Vale está avaliando todas as consequências do rompimento. Apesar disso, a Justiça manteve o bloqueio cautelar de R$ 11 bilhões da mineradora para garantir a indenização.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro