• Busque fornecedores, produtos e matérias

Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > Ministério de Minas e Energia investiga desastre em Brumadinho (MG)

Ministério de Minas e Energia investiga desastre em Brumadinho (MG)

Processo administrativo possibilitará providências para a mitigação das consequências do rompimento de barragem que afetou município mineiro

Texto: Yuri Soares

Processo administrativo possibilitará providências para a mitigação das consequências do rompimento de barragem que afetou município mineiro


Tragédia de Brumadinho provocou a morte de 166 pessoas até o momento, além da dispersão de rejeitos em comunidades da região e na Bacia do Rio São Francisco (Créditos: Reprodução/Corpo de Bombeiros-MG)

14/02/2019 | 16:00 - O Ministério de Minas e Energia instaurou um processo administrativo para apurar informações relacionadas ao rompimento da barragem da Vale, na Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), que ocorreu no dia 25 de janeiro.

Conforme a pasta, o processo possibilitará a tomada de providências para prevenção, controle e mitigação das consequências do desastre no município mineiro, além de medidas quanto à segurança de outras barragens.

A tragédia de Brumadinho provocou a dispersão de um grande volume de rejeitos em comunidades da região, e na Bacia do Rio São Francisco. Até o momento desta matéria, 166 mortes foram confirmadas, e 155 pessoas ainda estão desaparecidas. As vítimas incluem funcionários da mineradora, terceirizados que prestavam serviços à Vale e membros da comunidade do município.

Para saber mais, leia:

Engenheiros decidem enviar propostas sobre segurança de barragens

Tragédia em Brumadinho (MG) motiva propostas na Câmara dos Deputados

Barreiras de contenção de rejeitos já operam no Rio Paraopeba

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro