• Busque fornecedores, produtos e matérias

Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > Museu Nacional quer R$ 100 milhões do Orçamento da União em 2019

Museu Nacional quer R$ 100 milhões do Orçamento da União em 2019

Recurso seria destinado à reconstrução da parte externa do Palácio de São Cristóvão, no Rio de Janeiro. Ação deve viabilizar reabertura do museu em no mínimo três anos

Texto: Yuri Soares

Recurso seria destinado à reconstrução da parte externa do Palácio de São Cristóvão, no Rio de Janeiro. Ação deve viabilizar reabertura do museu em no mínimo três anos


Reconstrução do patrimônio depende, ainda, de um projeto executivo que irá definir como será o Museu Nacional futuramente (Créditos: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

08/10/2018 | 16:03 - A direção do Museu Nacional do Rio de Janeiro trabalha para incluir no Orçamento da União de 2019 uma previsão de R$ 50 milhões a R$ 100 milhões para dar início à reconstrução do Palácio de São Cristóvão, atingido por um incêndio no início de setembro deste ano. De acordo com Alexander Kellner, diretor do museu, os recursos seriam destinados apenas para a restauração da parte externa do prédio e viabilizaria sua reabertura em no mínimo três anos.

"Estamos junto ao Congresso Nacional vendo a possibilidade de uma dotação orçamentária que seja impositiva e que nos permita pelo menos fazer uma primeira obra de infraestrutura. Paredes, teto e coisas assim", explicou Kellner.

A reconstrução do patrimônio depende, ainda, de um projeto executivo que irá definir como será o Museu Nacional futuramente. O Ministério da Educação deve investir R$ 5 milhões na elaboração do projeto, que será realizado em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

"Precisamos entender o que vai ser esse novo prédio. Que tipo de sistema de segurança? Vou manter espaços vazios altos ou usar mais lajes?', indaga Kellner.

A intenção dos administradores do museu é preservar o caráter histórico do palácio e sua tradição de exposições ligadas à história natural, mas, para isso, precisará debater o que será restaurado e o que será modernizado.

Além dos recursos por parte do Governo Federal, o museu também recebe doações através de uma campanha de financiamento coletivo. A iniciativa tem meta de R$ 50 mil e visa retomar as atividades educativas do patrimônio junto às escolas do Rio de Janeiro. A direção do Museu Nacional afirma que cerca de 20 mil estudantes de 600 escolas visitavam o patrimônio a cada ano.

Caso sejam arrecadados R$ 300 mil com as doações, estima-se que seja construído um espaço de exposição no Horto Botânico, área anexa do museu que não foi afetada pelo incêndio. Desta maneira, o local poderia voltar a receber visitas de escolas antes da reconstrução do museu.

Para saber mais sobre as últimas notícias envolvendo o Museu Nacional, acesse:

UFRJ assina contrato para reparos emergenciais no Museu Nacional

Governo cria agência para cuidar de restauração do Museu Nacional

Remoção de escombros do Museu Nacional terá mapeamento com drones

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro