O portal da Arquitetura,
Engenharia e Construção
Receba Boletins e Informativos. Saiba mais
Fechar


  • Home

  • Seta CimaFornecedores
  • Seta CimaProdutos
  • Seta CimaArquitetura
  • Seta CimaEquipamentos
  • Seta CimaRevista Digital
  • Seta CimaWeb Seminários
  • Seta CimaConexão AEC
  • Seta CimaBlog
Seta Direita

Busca por Fornecedor ou ProdutoUtilize a barra de busca para procurar
o fornecedor ou produto que você deseja!

> > > Último trecho da Ferrovia Norte-Sul entra na fase final de obras

Último trecho da Ferrovia Norte-Sul entra na fase final de obras

Ligação entre São Paulo e Goiás deve ser entregue no primeiro bimestre de 2018. Quando a construção for concluída, Governo Federal vai leiloar trecho de 1537 km

Nathalia Lopes

Ligação entre São Paulo e Goiás deve ser entregue no primeiro bimestre de 2018. Quando a construção for concluída, Governo Federal vai leiloar trecho de 1537 km


Trecho da Ferrovia Norte-Sul em Anápolis (GO), que já está em operação (crédito: divulgação VALEC)

16/06/2017 | 15:30 – O Governo Federal anunciou que as obras do último trecho da Ferrovia Norte-Sul, entre Ouro Verde de Goiás (GO) e Estrela D’Oeste (SP), estão em fase final de conclusão e que ele deve ser entregue no primeiro bimestre de 2018. Quando pronta, a ferrovia vai interligar terminais portuários das regiões Norte e Sudeste, passando pelo Centro-Oeste.

Na região Norte, a ferrovia será conectada ao Porto Nacional (TO), no rio Tocantins. Na região Sudeste, ela chegará à cidade de Estrela D’Oeste, que faz parte da malha ferroviária paulista e está ligada ao Porto de Santos e aos demais polos industriais paulistas. No momento, apenas o trecho entre Porto Nacional (TO) e Anápolis (GO) já está em operação, mas movimenta um baixo volume de cargas.

Quando a ligação for concluída, o Governo Federal vai conceder à inciativa privada o trecho da ferrovia Norte-Sul entre Porto Nacional (TO) e Estrela D'Oeste (SP), que tem 1537 km de extensão. O edital será publicado em novembro, depois de passar por uma análise do Tribunal de Contas da União (TCU) e o leilão será realizado em fevereiro do ano que vem.

A estimativa do governo é arrecadar R$ 1,5 bilhão com a concessão. A empresa que assumir a ferrovia terá que investir cerca de R$ 3 bilhões e poderá operar o trecho por um período de 30 anos, prorrogável por mais 30.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos do Portal AECweb.

+55 (11) 3879-7777

Fale conosco