• Busque fornecedores, produtos e matérias

Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > > Vale está erguendo barreira para conter rejeitos em Barão de Cocais

Vale está erguendo barreira para conter rejeitos em Barão de Cocais

Barragem Sul Superior da mina Gongo Soco tem risco de rompimento até o dia 25 de maio, segundo Ministério Público do Estado de Minas Gerais

Texto: Yuri Soares

Barragem Sul Superior da mina Gongo Soco tem risco de rompimento até o dia 25 de maio, segundo Ministério Público do Estado de Minas Gerais


Vale informou que está realizando outras intervenções para a contenção dos resíduos como terraplenagem, contenções com telas metálicas e posicionamento de blocos de granito (Créditos: Reprodução/ Google Maps)

22/05/2019 | 16:19 - A mineradora Vale iniciou as obras de construção de uma barreira de concreto para conter os rejeitos de minérios em caso de rompimento da barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG). O Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) havia informado na última semana que a estrutura poderia se romper entre os dias 19 e 25 de maio. A barreira de retenção será erguida a seis quilômetros de distância da barragem.

“Essa obra atuará como barreira física no sentido de reduzir a velocidade de avanço de uma possível mancha, contendo o espalhamento do material a uma área mais restrita”, disse a Vale, por meio de nota. Além disso, a mineradora informou que está realizando outras intervenções para a contenção dos resíduos como terraplenagem, contenções com telas metálicas e posicionamento de blocos de granito.

A Vale, ainda, acrescenta que permanece monitorando a barragem da mina Gongo Soco 24 horas por dia e mantém contato permanente com as autoridades competentes para prevenir e informar a população sobre o andamento dos trabalhos e da situação da estrutura.

Estas ações haviam sido recomendadas pelo MPMG, na última quinta-feira (16). Segundo a instituição, a Vale deveria comunicar à população, "por meio de carros de som, jornais e rádios, informações claras, completas e verídicas” sobre a condição estrutural da barragem. O objetivo era manter moradores e pessoas que estejam transitoriamente na cidade, no sudeste de Minas Gerais, cientes dos potenciais danos e os impactos do possível rompimento.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro