• Busque fornecedores, produtos e matérias

Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > Valor de residenciais permanece estável em setembro, diz FipeZap

Valor de residenciais permanece estável em setembro, diz FipeZap

Segundo levantamento do Índice FipeZap, o preço médio do imóvel residencial no Brasil foi de R$ 7.525/m², com leve queda de 0,03% em comparação com agosto

Texto: Yuri Soares

Segundo levantamento do Índice FipeZap, o preço médio do imóvel residencial no Brasil foi de R$ 7.525/m², com leve queda de 0,03% em comparação com agosto


Oito cidades pesquisadas registraram recuo nominal no preço de venda, com destaque para o Rio de Janeiro, Niterói e Santos (Créditos: divulgação/Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas)

08/10/2018 | 10:32 - De acordo com o Índice FipeZap de Vendas Residenciais, que acompanha o preço médio do metro quadrado de apartamentos prontos em 20 cidades brasileiras, o valor médio de venda de imóveis residenciais em setembro foi de R$ 7.525/m², permanecendo praticamente estável face a agosto, com variação de -0,03%. Nos últimos 12 meses, o valor teve queda nominal de 0,28%.

No acumulado do ano, o preço médio de venda caiu 0,32%. Considerando a inflação acumulada no período (3,27%) pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA/IBGE), houve uma queda real de 3,48%.

Nos últimos 12 meses, oito das 20 cidades pesquisadas registraram recuo nominal no preço de venda, destacando-se pelo terceiro mês consecutivo Rio de Janeiro (-4,03%), Niterói (-3,30%) e Santos (-1,36%). As principais variações positivas ficaram por conta das cidades de São Caetano do Sul (2,86%), Vitória (2,74%) e Goiânia (2,71%).

A pesquisa apurou ainda que, em setembro, a cidade do Rio de Janeiro permaneceu com o metro quadrado mais caro do País (R$ 9.461). Em segundo lugar está São Paulo (R$ 8.806), seguida do Distrito Federal (R$ 7.787). Os municípios com o menor valor médio de venda foram Contagem (R$ 3.517), Goiânia (R$ 4.177) e Vila Velha (R$ 4.685).

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro