• Busque fornecedores, produtos e matérias

Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > Vendas e lançamentos de imóveis novos aumentam no acumulado do ano

Vendas e lançamentos de imóveis novos aumentam no acumulado do ano

De acordo com indicador Abrainc-Fipe, mais de 45 mil unidades foram lançadas nos primeiros sete meses de 2018, alta de 21,4% em relação ao mesmo período de 2017

Texto: Yuri Soares

De acordo com indicador Abrainc-Fipe, mais de 45 mil unidades foram lançadas nos primeiros sete meses de 2018, alta de 21,4% em relação ao mesmo período de 2017


Venda de imóveis novos alcançou 64.065 unidades nos primeiros sete meses do ano, o que representa variação positiva de 11,6 % frente ao mesmo período de 2017 (Créditos: Shutterstock/ Giancarlo Liguori)

08/10/2018 | 10:36 - Em julho, 4.169 imóveis novos foram lançados no Brasil, chegando a 45.113 unidades no acumulado de 2018, valor 21,4% acima do registrado no mesmo período do ano passado. Os dados constam do indicador Abrainc-Fipe, realizado pela Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Segundo o estudo, nos 12 meses encerrados em julho, os lançamentos totalizaram 90.463 unidades, o que corresponde a um aumento de 23,9% em relação aos 12 meses precedentes.

A venda de imóveis novos, por sua vez, somou 8.514 unidades, em julho, alcançando 64.065 unidades nos primeiros sete meses do ano (11,6 % maior que o mesmo período de 2017). No acumulado de 12 meses, 116.074 imóveis foram comercializados, alta de 13,0% na comparação com o mesmo período anterior.

O relatório divulgado pela Fipe aponta que os resultados positivos observados até julho de 2018 foram influenciados pelo “avanço dos lançamentos residenciais de médio e alto padrão, com aumento de 103,6% em volume na comparação com o período janeiro-julho de 2017, e o bom desempenho das vendas do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), com alta de 19,6% na comparação com o informado no mesmo período do ano passado”.

A pesquisa também observou que o número de imóveis distratados totalizou 2.887 em julho, valor 2,9% superior ao apurado no mesmo mês do ano passado. Já no acumulado deste ano, 16.926 unidades foram distratadas, caindo 17,6% frente aos primeiros sete meses de 2017.

Para ver o levantamento na íntegra, acesse o site da Fipe.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro