Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > Projeto promete acabar com enchentes na região central de São Bernardo do Campo

Projeto promete acabar com enchentes na região central de São Bernardo do Campo

Com uma engenharia complexa, a proposta inclui a construção de um grande reservatório, galerias subterrâneas e obras de micro drenagem em regiões estratégicas da cidade

Redação PE


Ruas alagadas, transito caótico, prejuízos incalculáveis. Durante muito tempo, para os moradores de São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo, a chegada do verão tinha apenas um significado: caos. Grande parte do problema é causado pela impermeabilização do solo, resultado do intenso processo de urbanização que vem agravando as condições hidráulicas da cidade.


Um novo projeto apresentado pela prefeitura no inicio de 2014, deu um novo ânimo, em especial aos moradores e comerciantes da região central da cidade que mais sofrem com este problema. Trata-se da maior obra de combate a enchentes da região do ABC que envolve a construção de um piscinão no estacionamento do paço municipal, obras de micro drenagem além do desvio do córrego ribeirão dos meninos que passa embaixo da avenida faria lima, para a rua Jurubatuba.


A construção do reservatório no paço municipal é o principal ponto do projeto e foi onde os engenheiros encontraram os maiores desafios.


De acordo com Carlos, a solução adotada é a execução de estruturas pré-moldadas. “Dessa forma garantimos a padronização de pilares, vigas e lajes que vão ser consolidadas, e posteriormente vão receber toda carga da superfície, inclusive com uma camada de terra em cima”, completa.


O reservatório irá atingir uma profundidade equivalente a um prédio de 7 andares e poderá armazenar 220 milhões de litros de água.


A obra de desvio do fluxo do ribeirão dos meninos tem como objetivo fazer com que parte das águas sigam para uma galeria de interligação junto a avenida prestes maia. A galeria seguirá até o novo túnel que será construído sob a rua Jurubatuba que por sua vez estará ligado ao novo reservatório no paço municipal.


“O túnel hoje é o principal duto que levará água pra dentro do reservatório, pra isso, iremos executar 1 km de túnel, com 6,20 metros de diâmetro, na metodologia NATM. Um tamanho semelhante a de um túnel de metrô, ressalta Carlos.


Hoje, estão sendo escavados os poços que darão acesso ao túnel. A metodologia de escavação também possui uma particularidade: primeiro foi feita a concretagem das paredes para depois iniciar as escavações.


O projeto de drenagem terão investimentos próximos a 300 milhões de reais. A previsão é que as obras sejam entregue em 3 anos e que durem pelo menos 100 anos.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro