O portal da Arquitetura,
Engenharia e Construção
Receba Boletins e Informativos. Saiba mais
Fechar


  • Home

  • Seta CimaFornecedores
  • Seta CimaProdutos
  • Seta CimaArquitetura
  • Seta CimaEquipamentos
  • Seta CimaRevista Digital
  • Seta CimaWeb Seminários
  • Seta CimaConexão AEC
  • Seta CimaBlog
Seta Direita

Busca por Fornecedor ou ProdutoUtilize a barra de busca para procurar
o fornecedor ou produto que você deseja!

> > > > Concreto autoadensável reduz em 10% prazo da obra do Sky Corporate

Votorantim Cimentos

Concreto autoadensável reduz em 10% prazo da obra do Sky Corporate

Fornecida pela Engemix, solução foi aplicada com mastro hidráulico, executando uma laje de 1,4 mil m² a cada seis horas

Sky Corporate
Engemix viabilizou a aplicação do CAA com mastro hidráulico, com velocidade de bombeamento de 0,8 m³ por minuto e baixa estimativa de perda (foto: divulgação/Five Steel Engenharia S.A)


O Sky Corporate é uma torre corporativa situada em um dos polos empresariais de maior destaque na cidade de São Paulo, mais precisamente entre a Marginal Pinheiros e a rua Funchal, no bairro da Vila Olímpia. A localização estratégica contempla a proximidade da estação CPTM, de shopping centers e do aeroporto de Congonhas, que fica a poucos quilômetros de distância.

Com 120 m de altura e mais de 46 mil m² de área construída, o edifício possui 29 pavimentos e 38 unidades de 500 m² cada um. Para viabilizar o fluxo de pessoas, o empreendimento conta, ainda, com 13 elevadores (11 sociais e dois de serviço), garagem com capacidade para 683 vagas e bicicletário.

O grande diferencial da obra foi o caráter sustentável, que levou o empreendimento a obter a pré-certificação na categoria Gold do LEED – Leadership in Energy and Environmental Design. Entre as iniciativas adotadas pela construtora Five Steel Engenharia S.A e pelos demais parceiros durante o período de execução, destacam-se o controle de poluição da obra, a gestão de resíduos provenientes das atividades de construção e o plano de qualidade do ar.

O prédio foi implantado com sistemas de automação (que verificam e gerenciam os sistemas de ar-condicionado, elevadores, bombas, geradores, entre outros equipamentos), dispositivos para uso racional da água (incluindo reutilização para outros fins), elevadores inteligentes, iluminação natural, ar-condicionado sem uso de gás CFC e de baixo consumo elétrico, e paisagismo com espécies que demandam menos água para irrigação.

CONCRETO AUTOADENSÁVEL APLICADO COM MASTRO HIDRÁULICO

Para executar os grandes panos de laje, com extensão de 1,4 mil m², a obra dispenderia pelo menos um dia de serviço para cada uma, considerando desde a logística de transporte externo do concreto até a performance de aplicação. Como o prazo para a construção do edifício era curto, houve a necessidade de a equipe de engenharia pensar em uma alternativa que agilizasse as etapas, sem perder qualidade.

“Fomos em busca de novas tecnologias e entendemos que o uso do concreto autoadensável (CAA) seria uma solução viável para a obra. Esse material apresentou uma performance de aplicação superior ao concreto convencional e foi possível garantir melhor qualidade à estrutura com uma execução rápida”, conta a arquiteta Luciana Traldi, coordenadora de projetos da Five Steel Engenharia. Segundo ela, com a utilização do material, o tempo necessário para a concretagem de uma laje passou a ser de, apenas, seis horas.

A Engemix, negócio de concreto da Votorantim Cimentos, forneceu a tecnologia com fck de 50 MPa. Como resultado, o produto – de característica fluida – possibilitou a concretagem de grandes peças estruturais sem falhas e juntas frias. “É um concreto que dispensa o uso de vibração, de espalhamento ou de sarrafeamento. Ele proporcionou acabamento excelente, justamente por ser homogêneo. Com isso, reduzimos o custo por m³, já que a mão de obra e a quantidade de equipamentos necessários são menores do que na aplicação com concreto convencional”, elogia Traldi.

Nessa execução, a Engemix viabilizou a aplicação do CAA com mastro hidráulico, com velocidade de bombeamento de 0,8 m³ por minuto e baixa estimativa de perda. “Foi uma grande sacada. Como principais vantagens, posso destacar a praticidade, pois a bomba não precisou ser montada e desmontada a cada concretagem, nem a sua tubulação exigiu ser movimentada para a concretagem dos trechos. A lança alcançou todas as distâncias necessárias. A aplicação exigiu apenas um funcionário para direcionar o mangote e outro para controlar a lança. Ou seja, evitamos o excesso de movimentação nas lajes, preservando o posicionamento projetado para as armaduras. Ao final, reduzimos em 10% o prazo de execução da estrutura, o que pode ser traduzido em dois meses de antecedência”, conclui a profissional.

Produto com análise do ciclo de vida

Considerando o engajamento ambiental da obra, o que também pesou a favor da escolha do concreto Engemix foi a análise do ciclo de vida como parte das ações sustentáveis realizadas pela Votorantim Cimentos. A empresa é a primeira do setor de cimentos a obter e registrar declarações ambientais de produto no sistema internacional Environmental Product Declarations (EPD).

O EPD identifica informações quantitativas de impactos ambientais associados ao produto e aos processos de desenvolvimento, desde a extração da matéria-prima, transporte e fabricação. Com isso, é possível identificar melhorias para obter redução de energia, de custos e de resíduos.

Veja mais produtos deste fornecedor disponíveis no Portal AECweb

Veja também outros destaques da Votorantim Cimentosno Portal AECweb

Complete seu cadastro

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos do Portal AECweb.