Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

A hora do pré-fabricado

Ícone da construção industrializada, o sistema pré-fabricado de concreto ganha força no mercado

Em função da velocidade, custos conhecidos e racionalização dos processos, o método de construção em pré-fabricado é mais econômico do que o convencional

Redação AECweb

A hora do pré-fabricado

Elemento ícone da construção industrializada, o sistema pré-fabricado de concreto ganha força com o programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ que exige alta produtividade na execução das moradias. “Os sistemas são produzidos de acordo com cada projeto, eliminam desperdícios, resíduos e entulho, resultando em obras rápidas, limpas e mais sustentáveis. Assim como os especialistas, também acredito que a industrialização na construção é irreversível”, afirma Bruno Dias, presidente da Precon, empresa mineira especializada, atuando há 46 anos no setor. 

Mais vantagens
“Outra contribuição importante a se destacar é a validação, agora direta, vinda de governos estaduais e federal, que vêm direcionando mais investimentos para a construção civil, principalmente para a habitação com a necessidade - cada vez maior - de realizar entregas mais rápidas, seguras e com custos ainda menores”, ressalta Dias. Segundo ele, o método de construção em pré-fabricado é mais econômico do que a construção convencional. Especialmente em função da velocidade, custos conhecidos e racionalização dos processos, do projeto à entrega final. “Isso sem falar da questão da sustentabilidade. Uma obra industrializada gera menor impacto ambiental, resíduos e desperdício”, sublinha.

A hora do pré-fabricado

Produtividade
Definida a escolha na etapa de desenvolvimento do projeto arquitetônico, os sistemas pré-fabricados podem reduzir em até 50% o tempo de obra, se comparados ao método construtivo convencional. “Menos susceptível aos problemas comuns à fase de projeto e construção, como também aos problemas decorrentes de mau uso e falta de manutenção, uma construção pré-fabricada tem maior vida útil”, garante Bruno Dias, especialmente quando são utilizados produtos feitos com rigoroso controle de qualidade, peças de aço protendido e concreto de alto desempenho.

Mercado
A principal norma atendida pelo sistema pré-fabricado e a ABNT NBR 9062:2006 - Projeto e execução de estruturas de concreto pré-moldado. “Esta norma fixa as condições exigíveis no projeto, na execução e no controle de estruturas pré-moldadas de concreto armado ou protendido”, esclarece Dias. Seguida a norma, a construção civil brasileira entregará moradias de qualidade. “No Brasil, ainda temos um grande déficit habitacional e alta demanda por obras de infra-estrutura que suportem o crescimento do país. Além disso, o mercado vai exigir velocidade, prazos e custos conhecidos, limpeza, organização, fim do desperdício e sustentabilidade. Quem usa o sistema construtivo em pré-fabricados, não abre mão dessa racionalidade em obras futuras”, destaca.

Bruno Dias constata que o setor está crescendo, apesar crise. “No setor da construção industrializada a receita para se proteger da crise econômica mundial é trabalho, gestão e visão de futuro”, alerta Dias que ressalta ainda: “O setor deve agir cautelosamente, mas sem deixar de buscar novos mercados e se preparar para oferecer produtos e serviços diferenciados para a construção civil”.


Redação AECweb

 

MAIORES INFORMAÇÕES

Catálogos para download

VER MAIS CATALOGOS
Download de catálogo

Telha de PVC Colonial PreconVC

Informativos Técnicos