Filtrar

PESQUISE POR ESTADO E REGIÃO

REGIÃO DE ATENDIMENTO

Materiais básicos para concreto

A Cal é um material amplamente empregado na construção civil, principalmente para preparar argamassas para assentamento e revestimento de paredes ou muros. Ela é extraída de rochas calcárias ou magnesianas, compostas de carbonato de cálcio e magnésio.

Cal Hidratada Itaú

Votorantim Cimentos

Cal Hidratada Itaú

A Cal Hidratada Itaú oferece plasticidade e liga para argamassas. Além disso, é a única com propriedades aglomerantes,...

Cal Hidratada Itaú
Cal Hidratada
Cal Hidratada
Cal Virgem
Cal Virgem
Calfino Hidra
Calfino Hidra
Cal Brasical®
Cal Brasical®
Fast Cal
Fast Cal

A rocha é moída e queimada em fornos industriais com temperatura altíssima (em torno de 900°C), sendo transformada em cal virgem (ou viva). No entanto, esse tipo de cal não é utilizado em obras. Ele precisa ser hidratado, na fábrica ou no canteiro de obras, durante o preparo da argamassa.

Em geral, compensa comprar a cal já hidratada e pronta para ser misturada a areia, água e cimento, economizando tempo e garantindo a hidratação suficiente.

Para ser transformada em cal hidratada (ou apagada), a cal virgem é colocada em hidratadores industriais, onde é misturada com água, formando um pó branco e fino. É esse material que costuma ser vendido nas lojas de materiais de construção.

Cal hidratada

Esse tipo de cal é um aglomerante que endurece a argamassa quando em contato com o ar atmosférico. A cal hidratada melhora a trabalhabilidade, a plasticidade e a resistência mecânica da argamassa, além de aumentar a aderência ao revestimento e a capacidade de retenção de água.

Dessa forma, os problemas com fissuras por retração e trincas são reduzidos. Ela é, ainda, bactericida e fungicida, impedindo a formação de manchas e crostas superficiais no revestimento.

A cal é classificada de acordo com as suas propriedades físicas e químicas em CH-I, CH-II e CH-III, sendo a CH-I a mais nobre, e a CH-III a menos nobre. Esta última é a mais usada por ser a mais barata.

Antes de ser aplicada, a cal tem de passar por ensaios químicos e físicos em laboratório. Enquanto o ensaio químico verifica o teor de materiais ligantes e inertes (não ligantes), o físico analisa a finura do material e a sua plasticidade, características importantes para a eficiência das argamassas de revestimento.

Para um bom desempenho, a cal hidratada deve ser armazenada sobre estrados, na embalagem fechada, em local coberto, seco e arejado. Esses cuidados são essenciais, pois o produto reage facilmente com o CO² presente no ar úmido, o que pode reduzir a sua capacidade ligante. Além disso, deve-se respeitar o prazo de validade.

Como especificar a Cal

A cal hidratada deve respeitar os requisitos da NBR 7175 da ABNT. Para evitar a compra de produtos adulterados (considerando que algumas empresas adicionam impurezas à cal), especialistas recomendam verificar se o fabricante faz parte do Programa Setorial da Qualidade (PSQ), do Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade no Habitat (PBQP-H).

Dessa forma, as empresas que seguem e que não seguem a NBR constam em uma lista frequentemente atualizada no site do Ministério das Cidades.

Impurezas adicionadas à Cal, como terra, saibro, argila etc. comprometem a propriedade aglomerante do produto. Consequentemente, o revestimento pode deteriorar-se precocemente, o reboco pode esfarelar e podem aparecer fissuras, fungos, entre outras patologias.

Saiba mais:

Materiais de Construção