Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb
Pastilhas De Vidro

PESQUISE POR ESTADO E REGIÃO

REGIÃO DE ATENDIMENTO

Pastilhas de vidro

Por não absorverem água, as Pastilhas de Vidro são muito usadas como revestimento de pisos e paredes de áreas molhadas, especialmente banheiros, lavabos, piscinas, saunas e churrasqueiras.

Pastilhas Coleção Mini Glass

Cerâmica Portinari

Pastilhas Coleção Mini Glass

Mini Glass é a coleção de pastilhas de vidro da Cerâmica Portinari. Bonitas, práticas e duráveis, as pastilhas são excelentes...

Pastilhas Coleção Mini Glass
Coleção Zenza

Coleção Zenza

Linha Asteca

Linha Asteca

Linha Border

Linha Border

Linha Corallo

Linha Corallo

Linha Cores Lisas

Linha Cores Lisas

Linha Cristal

Linha Cristal

Linha Crystal Design

Linha Crystal Design

Linha Easy

Linha Easy

Linha Emporium

Linha Emporium

Linha Magic

Linha Magic

Linha Mármore

Linha Mármore

Linha Micron

Linha Micron

Linha Mosaico

Linha Mosaico

Linha Motion

Linha Motion

De um tempo para cá, esse material passou a compor também a decoração de cozinhas, principalmente das mais modernas. Para quem não quer cobrir uma parede inteira ou todo o piso do ambiente, uma alternativa é aplicar as pastilhas apenas em determinadas partes, como acima da pia ou do fogão.

Devido à variedade de formatos (quadrados, triangulares, retangulares), tamanhos, cores e texturas, as pastilhas de vidro costumam ser bastante indicadas por arquitetos, especialmente em projetos residenciais.

Como aplicar e limpar pastilhas de vidro

Há, basicamente, dois tipos de pastilhas de vidro: o “cristal”, fabricado com uma mistura de massa de vidro e quartzo; e o feito com lâminas de vidro. O primeiro é resistente, mas escorregadio e fácil de riscar; já o segundo é mais brilhante, porém, também mais caro.

Para que não descolem e não se quebrem durante o manuseio, é importante que as pastilhas sejam colocadas por mão de obra especializada: os chamados pastilheiros. Usar argamassa apropriada para o material e seguir as instruções do fabricante à risca também ajudam na fixação desse revestimento.

Além da instalação incorreta, infiltrações também podem fazer com que as pastilhas se soltem. Assim, consertar vazamentos antes de revestir uma determinada superfície e impermeabilizá-la são ações essenciais.

Para um resultado perfeito, o primeiro passo é garantir que a superfície que receberá as pastilhas esteja limpa e nivelada. Depois, com uma escavadeira com dentes finos, espalhar a argamassa uniformemente. Antes de instalar as pastilhas, é recomendado que as peças soltas sejam organizadas em um painel a fim de prever o resultado.

Já existem no mercado pastilhas de vidro agrupadas em placas com cerca de 30 cm x 30 cm e espaço para o rejunte. Também já estão disponíveis modelos em que a própria argamassa, da cor da pastilha, faz o papel de rejunte. 

Para nivelar as pastilhas e preencher as juntas, deve-se pressionar as placas com um taco ou desempenadeira de madeira.

Após o tempo indicado na embalagem, retirar o papel com uma esponja umedecida com água. Em seguida, utilizar a argamassa para fazer o acabamento. E, para finalizar, um pano úmido pode ser empregado para limpar os respingos de argamassa. 

Como as pastilhas de vidro não acumulam sujeira, a limpeza é fácil. Para deixá-las brilhantes, basta um pano úmido com um pouco de sabão neutro, de coco ou detergente. Produtos multiusos para cozinha podem ser usados, mas a água sanitária deve ser evitada, por ser abrasiva, assim como produtos ácidos, que podem comprometer a durabilidade do rejunte.

A escolha das pastilhas de vidro

Há modelos de diferentes marcas disponíveis no mercado, de forma que a qualidade varia bastante. Algumas são bem escorregadias, devendo ser evitadas para piso de ambientes molhados, como o boxe do banheiro, por exemplo.

Outras podem esquentar demais se ficarem expostas aos raios solares, não sendo adequadas para a área em volta da piscina. As com formato pontiagudo não são tão escorregadias, mas por outro lado podem machucar os pés, sendo mais indicadas para paredes ou pequenos detalhes no chão.

Pastilhas de Vidro indicadas para piscinas

As pastilhas de vidro podem revestir tanto o lado externo quanto interno de piscinas públicas ou privadas feitas com alvenaria ou concreto armado. Elas são mais caras do que a cerâmica e o azulejo, além de exigir mão de obra especializada, mas proporcionam um acabamento mais sofisticado.

Além disso, se forem usados modelos pequenos (com 1 cm x 1 cm, 2 cm x 2 cm ou 3 x 3 cm), fica fácil acompanhar o formato da piscina, mesmo se ela tiver curvas.

Esse tipo de revestimento permite os mais variados desenhos na parede e/ou no fundo da piscina. Tons de verde e azul são os mais requisitados, com destaque para o azul-turquesa. Se o cliente for mais ousado, pode optar por pastilhas pretas, rosas, roxas, vermelhas e amarelas.

Saiba mais sobre a aplicação de pastilhas de vidro em áreas molhadas.