Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Nível de emprego na construção civil cresce 0,40% em maio

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Levantamento do Sinduscon-SP aponta que o setor passou a empregar 2.323.376 de trabalhadores ao fim de maio. Nos primeiros cinco meses do ano, o emprego cresceu 2,24%


Em maio, o número de vagas teve alta em todas as regiões do País, com destaque para Norte e Centro-Oeste (Créditos: Mr.adisorn khiaopo/ Shutterstock)

25/07/2019 | 14:43 - A pesquisa mensal de emprego na construção civil realizada pelo Sindicato da Indústria da Construção do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP), em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), apontou que o nível de empregos no setor registrou leve alta de 0,40% no Brasil em maio na comparação com abril. Com o fechamento de 9.311 postos de trabalho, o setor passou a empregar 2.323.376 de trabalhadores ao fim do período.

No acumulado dos primeiros cinco meses de 2019, houve alta de 2,24% no nível de emprego. Na comparação com o mesmo período de 2018, a variação foi de +0,90%.

Em maio, o número de vagas teve alta em todas as regiões do País, com destaque para Norte (+1,02%) e Centro-Oeste (+0,72%). Na comparação entre maio e abril, os segmentos onde o emprego mais cresceu foram: Infraestrutura (+1,42%), Preparação de terreno (+0,92%), Obras de acabamento (+0,56%) e Outros Serviços (+0,51%).

Na comparação do mês de referência com o mesmo período de 2018, apresentaram crescimento Serviços de Engenharia e Arquitetura (+7,32%), Obras de instalação (+6,93%), Outros Serviços (+1,77%) e Preparação de Terreno (+0,58%). Os demais mostraram declínio, com destaque para: Infraestrutura (-1,84%), Imobiliário (-1,35%) e Incorporação de imóveis (-0,65%).

Com a aprovação da Reforma da Previdência, começa a se delinear um horizonte de confiança para os investimentos. Com isso, esperamos que a atividade da construção continue se recuperando progressivamente neste ano. E como se trata de um setor de produção de bens de longa duração, a recuperação deverá vir com mais força em 2020”, disse o presidente do SindusCon-SP, Odair Senra.

São Paulo

Na análise do Estado de São Paulo, o emprego na construção civil em março teve crescimento de 0,05%, comparado a abril, com 317 novos postos de trabalho. Nos primeiros cinco meses deste ano, a variação é de +0,34% (+2.158 empregados) em comparação com o mesmo período do ano passado.

As regiões paulistas que apresentaram as maiores altas percentuais, em maio, foram São José dos Campos (+1,03%), Sorocaba (+0,98%), Santo André (+0,35%) e Campinas (+0,27%). As variações negativas ficaram por conta de Presidente Prudente (-0,11%), São José do Rio Preto (-0,41%), Bauru (-0,86%), Ribeirão Preto (-1,07%) e Santos (-0,32%).

Leia também:

Setor produtivo está mais otimista em julho, diz Abramat

Normas de segurança e saúde no trabalho serão revisadas até 2021

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: