• Busque fornecedores, produtos e matérias
O portal da Arquitetura,
Engenharia e Construção
Receba Boletins e Informativos. Saiba mais
Fechar


  • Home

  • Seta CimaFornecedores
  • Seta CimaProdutos
  • Seta CimaArquitetura
  • Seta CimaEquipamentos
  • Seta CimaRevista Digital
  • Seta CimaWeb Seminários
  • Seta CimaConexão AEC
  • Seta CimaBlog
  • cotar produto
Seta Direita

Busca por Fornecedor ou ProdutoUtilize a barra de busca para procurar
o fornecedor ou produto que você deseja!

> > > Steel Frame é tendência de construção sustentável

Steel Frame é tendência de construção sustentável

Artigo de Marcio Benvenutti, engenheiro civil e diretor do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo – Regional Campinas (SindusCon-SP)

Com a preocupação em relação ao meio ambiente em alta e a busca pela sustentabilidade se tornando tópico principal em muitas empresas, como adaptar o ramo da construção, conhecido como um ambiente poluído e com alto desperdício, quando falamos em preservação?

Recentemente, fomos apresentados a uma alternativa para construção em geral que agrega diversos benefícios e une sustentabilidade e economia: o Steel Frame. Muito utilizado em países como Japão, Estados Unidos e Argentina e em grande parte do continente Europeu, ele vem ganhando espaço devido às vantagens que possui se comparado a construções convencionais de alvenaria.

Também chamado de Light Steel Frame, o modelo consiste em uma construção de estrutura mais leve, com perfis de aço galvanizado, formando um molde com painéis, vigas e outros elementos preparados para suportar as cargas da edificação. Esta estrutura recebe placas de fechamento internas e externas, além de isolamentos térmicos e acústicos, o que gera um resultado final muito próximo ao da construção convencional, mas com qualidade infinitamente superior.

Apesar de a sustentabilidade ser o carro chefe deste tipo de construção, o Steel Frame ainda garante outras vantagens que podem poupar não só o meio ambiente, mas também o bolso do consumidor. Ao utilizar material reciclável, o modelo reduz a quantidade de resíduos, assim como o descarte, e mantém o canteiro de obras mais organizado, tornando a obra mais fácil de ser executada. Também garante manutenções mais práticas.

E quanto à economia financeira? O Steel Frame leva o construtor a economizar até 75% do custo da fundação, já que sua estrutura é aceita em qualquer tipo de relevo e seu peso é relativamente menor. O tempo de construção é, em média, 1/3 menor do que as obras de alvenaria, reduzindo o pagamento de mestres de obras e outros trabalhadores para executar o serviço.

Os isolamentos térmicos e acústicos do Steel Frame oferecem um desempenho melhor do que os convencionais de alvenaria; já as instalações elétricas e hidráulicas, apesar de seguirem métodos de instalação convencionais, tornam a manutenção mais fácil e sem a necessidade de quebrar paredes e encarecer o reparo. A finalização da obra fica a cargo do cliente – mesmo com o estilo de construção diferente, o acabamento pode ser realizado da mesma forma que o convencional.

A escolha do Steel Frame é a ideal integração de resistência, sustentabilidade, praticidade e agilidade. Ganha espaço a cada dia, uma vez que a preservação do meio ambiente deixou de ser uma obrigação e se tornou tendência.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

PERFIL

Márcio Benvenutti é engenheiro civil e empresário do setor de construção civil. Professor universitário com mestrado em geotecnia, é também diretor do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo - Regional Campinas (SindusCon-SP).

Complete seu cadastro