• Busque fornecedores, produtos e matérias
O portal da Arquitetura,
Engenharia e Construção
Receba Boletins e Informativos. Saiba mais
Fechar


  • Home

  • Seta CimaFornecedores
  • Seta CimaProdutos
  • Seta CimaArquitetura
  • Canais
  • Seta CimaRevista Digital
  • Seta CimaWeb Seminários
  • Seta CimaConexão AEC
  • Seta CimaBlog
  • cotar produto
Seta Direita

Busca por Fornecedor ou ProdutoUtilize a barra de busca para procurar
o fornecedor ou produto que você deseja!

> > > Cálculo de áreas não computáveis é alterado pela Prefeitura de SP

Cálculo de áreas não computáveis é alterado pela Prefeitura de SP

Comissão de Edificações e Uso do Solo da capital paulista cria e detalha novas regras e procedimentos para a solicitação de alvarás de obras

Texto: Nathalia Lopes

Comissão de Edificações e Uso do Solo da capital paulista cria e detalha novas regras e procedimentos para a solicitação de alvarás de obras


A resolução atual procede da CEUSO/124/2016 e traz orientações mais detalhadas para incorporadores e arquitetos que atuam na cidade (crédito: Atstock Productions/ shutterstock)

05/12/2017 | 10:12 –  A Comissão de Edificações e Uso do Solo (Ceuso) da Prefeitura de São Paulo publicou a Resolução CEUSO/125/2017, que determina que compartimentos destinados a áreas técnicas não serão mais consideradas áreas computáveis, mediante a apresentação de documentos definidos pela legislação municipal. Esse procedimento deve ser seguido para a solicitação de alvarás de aprovação e execução, reforma e regularização de edifícios.

O documento regulamenta a CEUSO/124/2016 e, de acordo com Paulo Rewald, diretor de normatização da Ceuso, está bem mais explicativa. O texto traz regras detalhadas do processo e visa a orientar melhor incorporadores e arquitetos a fim de evitar atrasos junto à Secretaria de Habitação de São Paulo.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro