• Busque fornecedores, produtos e matérias

Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > > Construção tem queda em autuações por saúde ocupacional, diz CBIC

Construção tem queda em autuações por saúde ocupacional, diz CBIC

Levantamento da entidade, feito com os dados mais recentes do Ministério da Economia, revela que, em 2017, foram realizadas 2036 autuações no País

Texto: Yuri Soares

Levantamento da entidade, feito com os dados mais recentes do Ministério da Economia, revela que, em 2017, foram realizadas 2036 autuações no País


Apesar dos resultados, na comparação com 2016, os números indicam uma diminuição no total de casos (Créditos: Handson Chagas/ Agência Maranhão de Notícias)

11/02/2019 | 16:09 - Segundo dados do Radar Trabalhista da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), os dados mais recentes disponíveis no Ministério da Economia revelam que, em 2017, a indústria da construção contabilizou 2036 autuações por irregularidades no cumprimento do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO).

Instituído pela Norma Regulamentadora nº 7 (NR 7), o PCMSO é um conjunto de regras voltadas à proteção da saúde e à integridade física dos trabalhadores.

Conforme a pesquisa do CBIC, 275 autos de infração foram lavrados por não garantir a elaboração efetiva do PCMSO. A não realização de exames admissionais e de outros complementares também são ocorrências frequentes.

Apesar dos resultados, na comparação com 2016, os números indicam uma diminuição no total de casos (2163 autuações). Nesse ano, São Paulo foi o Estado com mais ocorrências, seguido de Minas Gerais e Rio de Janeiro. Em 2017, o terceiro lugar foi ocupado por Goiás.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro