• Busque fornecedores, produtos e matérias

Produto indisponível

O produto que você buscou se encontra indisponível no momento.

> > > > Vendas e lançamentos imobiliários crescem no primeiro semestre

Vendas e lançamentos imobiliários crescem no primeiro semestre

Segundo Abrainc e Fipe, cerca de 25,6 mil imóveis novos foram lançados no mercado no primeiro semestre, número 41,5% maior que o registrado no mesmo período de 2017

Texto: Yuri Soares

Segundo Abrainc e Fipe, cerca de 25,6 mil imóveis novos foram lançados no mercado no primeiro semestre, número 41,5% maior que o registrado no mesmo período de 2017


Número de imóveis comercializados totalizou 9.469 unidades em junho, alcançando 29.003 unidades nos primeiros seis meses do ano (Shutterstock/Diego Grandi)

05/09/2018 | 10:46 - Segundo o indicador Abrainc-Fipe, realizado pela Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), os lançamentos e as vendas de imóveis novos tiveram crescimento no mês de junho, encerrando a primeira metade do ano em ascensão.

O levantamento apontou que 12.712 unidades foram lançadas em junho, chegando a 25.681 imóveis no primeiro semestre de 2018, resultado 41,5% acima do registrado no mesmo período do ano passado. No acumulado de 12 meses, os lançamentos alcançaram 92.338 unidades, o que corresponde a um crescimento de 34,4% em relação aos 12 meses anteriores.

O número de imóveis comercializados totalizou 9.469 unidades em junho, alcançando 29.003 unidades nos primeiros seis meses do ano (alta de 7,7% na comparação com o mesmo período de 2017). Nos últimos 12 meses o valor chegou a 114.882 imóveis, registrando aumento de 11,5% face aos 12 meses precedentes.

“Entre os destaques que mais colaboraram para os resultados positivos observados no segundo trimestre, é possível citar o avanço dos lançamentos residenciais de médio e alto padrão (MAP), com aumento de 31,8% em volume na comparação com o segundo trimestre de 2017, e o desempenho nos lançamentos do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), com alta de 41,3% comparação com o mesmo período do ano passado”, detalha o relatório divulgado pela Abrainc.

O estudo registrou também que o número de imóveis distratados totalizou 2.034 em junho, resultado 28,3% inferior ao mesmo mês do ano passado. Já no primeiro semestre, 14.036 unidades foram distratadas (queda de 20,8%, quando comparada aos primeiros seis meses de 2017).

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro