Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

A Compatibilização de Projetos

Publicado em: 10/11/2010

Arquitetura e Engenharia. Trabalho em equipe e o Resultado Final.

Depois de um longo período pensando no partido arquitetônico e nas soluções de um grande projeto, o profissional desenvolve toda arquitetura, estrutura, etc, e no momento em que os projetos devem ser compatibilizados “surge à dor de cabeça”. A compatibilização de projetos complementares - como o nome já diz - é o processo em que todos os projetos trabalhados são adaptados e conjugados na mesma linha de produção.

No primeiro momento, pode parece uma tarefa simples, mas na realidade é um dos principais problemas dentro dos escritórios de arquitetura, e para que um projeto esteja de acordo “papel – execução”, algumas dicas simples podem ser uteis.

Primeira delas: trabalho em equipe. Não adianta um profissional trabalhar “por si” sem que tenha interação com os colegas de trabalho e sintonia no desenvolvimento do projeto. Essa dica nos leva a segunda e a terceira: comunicação e dinamismo. É importante também que tenha uma liderança, um profissional direcionado para a coordenação deste trabalho, seja ele arquiteto ou engenheiro; o importante é ter conhecimento geral das disciplinas apresentadas e metodologia na análise projetual.

A partir do projeto básico arquitetônico, que dita à concepção geral do trabalho, a parte estrutural deve ser pensada junto com o projeto elétrico e o hidráulico para que na interface final estejam todos compatíveis em áreas, diminuindo o retrabalho e evitando erros devido às interferências. Hoje, com o crescimento do mercado de trabalho e com a necessidade de se especializar, existem cursos de capacitação para coordenação e compatibilização de projetos e treinamentos com softwares especializados para engenheiros e arquitetos.

O ideal é que a arquitetura e a engenharia falem a mesma língua, trabalhando em conjunto e agregando conhecimentos para que o resultado final seja positivo, reduzindo gastos e mão de obra de toda equipe.