8 motivos para contratar uma ferramenta de manutenção industrial. Confira!

Cada vez mais completos, softwares de gestão de manutenção tornaram-se imprescindíveis para o planejamento e o controle das atividades no chão de fábrica. Entenda

Publicado em: 14/05/2021

Texto: Juliana Nakamura

Ferramenta de manutenção industrial
As plataformas digitais para gestão de manutenção garantem benefícios como o maior controle das operações e a redução de custos (Foto: Chatchawal Phumkaew/Shutterstock)

Desde que começaram a ser utilizadas pelas indústrias, as plataformas digitais para gestão de manutenção viabilizaram um salto de eficiência muito grande. Afinal, elas possibilitam maior controle das operações, aumentam a disponibilidade de equipamentos e reduzem o custo com manutenção.

As plataformas também auxiliam a busca de informações para criação de indicadores e são interessantes para atender requisitos de auditoria
Felipe Fernandez

O desenvolvimento tecnológico permitiu a esses softwares incorporar múltiplas funcionalidades. Além de dar agilidade e assertividade ao preenchimento de ordens de serviço, eles facilitam o acompanhamento de execução das manutenções e permitem cadastrar e classificar ativos. “As plataformas também auxiliam a busca de informações para criação de indicadores e são interessantes para atender requisitos de auditoria”, comenta Felipe Fernandez, consultor de implantação na e-Construmarket.

Baixe o “Kit: Guia de Manutenção e Calendário de Operações” e melhore seu planejamento!

Como escolher?

Na hora de comparar as soluções disponíveis no mercado, é importante estar atento a alguns pontos. O primeiro deles, e mais óbvio, é analisar as funcionalidades. “De modo geral, as principais ferramentas estão muito próximas umas das outras com relação à entrega. O que muda é a usabilidade e a navegação intuitiva”, afirma Márcio Gonçalves, gerente de contas do SIM+, plataforma inteligente para gestão de manutenção industrial da e-Construmarket.

Também é recomendável considerar o tempo de uso do software no mercado, pois quanto maior a experiência, maiores são as chances da solução atender às demandas com sucesso.

O custo da licença é outro fator de análise, mas segundo Fernandez, é importante considerar a aquisição de um software de manutenção como um investimento. “Não podemos considerar apenas o valor financeiro cobrado por um fornecedor de tecnologia. É preciso considerar os ganhos que essa ferramenta proporcionará à gestão”, complementa.

Confira a seguir alguns benefícios que justificam o interesse pelas ferramentas de manutenção industrial.

1) Organizar as ordens de serviço — O gerenciamento de OSs é uma função básica de qualquer ferramenta de manutenção industrial. As ferramentas permitem priorizar as ordens de serviço por equipamentos ou locais e estabelecer SLA’s de atendimento visando a melhor performance da manutenção.

2) Padronizar processos — Outro valor agregado pelos softwares de gestão de manutenção industrial é facilitar a implantação de processos claros, definidos e padronizados. O objetivo é fazer com que todos sigam os mesmos procedimentos, com agendamentos automatizados e fluxos de trabalho documentados, gerando ganhos de produtividade e eficiência.

3) Integração — Os softwares especialistas de manutenção industrial se aperfeiçoaram a ponto de permitirem integração com os sistemas de gestão corporativa (ERPs). Essa é uma vantagem importante, visto que as soluções são complementares. Porém, os softwares mais avançados não podem ser combinados apenas com ERPs. Com o advento da Indústria 4.0, os softwares de manutenção podem ser parametrizados para se conectar com diversos sistemas e tecnologias, em especial com sensores e softwares supervisórios.

4) Organização de estoque — Quando falamos em gestão de manutenção industrial, um ponto de alta criticidade é o controle do consumo de peças. “Uma ferramenta específica para manutenção industrial deve ser capaz de gerenciar o estoque, calcular a real necessidade de novas aquisições, eliminar desperdícios e diminuir inventários”, afirma Márcio Gonçalves.

5) Geração de relatórios gerenciais e melhoria contínua — Outro ponto forte dos softwares de gestão é receber dados e transformá-los em informações úteis que se convertem em métricas inteligentes e dão suporte à tomada de decisão. Além disso, o registro de falhas centralizado na plataforma em nuvem cria a oportunidade para os gestores analisarem a incidência de falhas e definirem estratégias de prevenção e mitigação de problemas.

Através de tablets e smartphones conectados a um software em nuvem, é possível solicitar serviços, inclusive anexando imagens explicativas
Márcio Gonçalves

6) Mobilidade — Os dispositivos de comunicação portáteis vieram para ficar na gestão de manutenção industrial. “Através de tablets e smartphones conectados a um software em nuvem, é possível solicitar serviços, inclusive anexando imagens explicativas”, diz Gonçalves. Ele lembra que a mobilidade dos softwares mais atuais também se estende para quem executa serviços, oferecendo mais facilidade e precisão no apontamento das atividades, sem retrabalhos.

7) Segurança — A possibilidade de atrelar registros fotográficos às solicitações e serviços executados oferece uma série de benefícios à manutenção industrial. Ela garante, por exemplo, o melhor entendimento do problema por parte de quem executa, aumentando o valor na entrega de resultados. Além disso, as imagens das OSs conferem um registro antifraude.

8) Manutenções preventivas e preditivas — Outros recursos valiosos das plataformas digitais de manutenção são incorporar planos de manutenção e controlar a periodicidade das intervenções nos equipamentos. Além disso, a elaboração de relatórios de tempo médio entre falhas e de tempo médio para reparo viabilizam a programação de paradas dos equipamentos para realização de manutenções antes do surgimento de falhas.

Clique aqui para conhecer um software com recursos pensados para te ajudar a desenvolver o melhor programa de manutenção preventiva e proativa, evitando falhas antes que elas aconteçam.

Leia também:

Manutenções preventivas evitam paralisações inesperadas nas indústrias

Colaboração técnica

 
Márcio Gonçalves — gerente de contas do SIM+, plataforma inteligente para gestão de manutenção industrial da e-Construmarket.
 
Felipe Fernandez — Formado em marketing, é consultor de implantação na e-Construmarket.