Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

A harmonia entre concretagem e cuidados ambientais em obra no interior de SP

A cidade de Americana está sediando uma obra que concilia gestão ambiental com a sofisticação tecnológica dos equipamentos

Publicado em: 11/04/2014

Texto: Redação PE

A construção do empreendimento Garnet Residencial, em Americana-SP, tem repercutido positivamente pelo uso de tecnologias inovadoras para concretagem aliado à preocupação ambiental. A Construtora Rio Verde, empresa responsável pela obra, conta com uma proposta arrojada: serão erguidas três torres – duas com 21 pavimentos e uma com 23 – em 59.940 metros quadrados de área construída, com 260 apartamentos a ser entregues em novembro de 2015.

A obra está em processo de obter a certificação Aqua, que visa à excelência de uma série de quesitos ambientais baseados em procedimentos adotados pela construtora. Por exemplo, o cimento CPIII é utilizado no concreto do empreendimento. Ele é produzido com menos queima de gases do que o processo de fabricação CPII.

“Fazemos o aproveitamento da água da drenagem permanente do terreno, destinando parte dessa água para o canteiro da obra e o restante para a rede pública”, explica o gestor da obra, engenheiro Gustavo Barosa Avallone. “A captação é feita por bombas e gera economia, mesmo essa água não sendo consumida para fins potáveis”, completa.

Outros processos chamam atenção pelo cuidado com o meio ambiente, como a destinação de todos os resíduos para locais legalizados, a existência de uma central de reciclagem na própria obra para receber resíduos de entulho limpo, como concreto, tijolos, cerâmicas e blocos – o material reciclado é 100% utilizado na pavimentação interna provisória, em acessos, concretos não estruturais etc.

A obtenção da certificação Aqua, de acordo com Avallone, ocorre em três fases: a concepção do projeto, passo já conquistado pela Rio Verde; a avaliação do desempenho ambiental, conforme as tecnologias aplicadas no empreendimento que está surgindo; e, por fim, uma análise que define se a obra é coerente com o projeto.

Solução para o concreto

O Grupo Concrezac executa os serviços de bombeamento de concreto e pisos industriais. No processo de concretagem, a empresa utiliza uma bomba Schwing S43SX, com taxa de bombeio de 140 metros cúbicos por hora, 50% maior que a de uma bomba de 32 metros.

O equipamento atende aos índices de produtividade e a exigências ambientais graças a uma série de recursos, como o tamanho, a articulação adicional com longo alcance e uma bateria de bombeio mais potente.

“Os 43 metros de comprimento da S43SX e o caminhão com Euro 5, que diminui o nível de emissão de carbono, são os maiores reforços da obra na parte de concretagem”, informa o diretor da Concrezac, engenheiro Remer Zaccaria.

O equipamento possibilita a redução de horas extras e a execução de grandes volumes de concreto, como lançar mais de 27 caminhões em duas lajes do empreendimento, além de alcançar com a lança pavimentos com mais de dez andares.

Ecologicamente correta

Em todas as etapas da obra, serão utilizados 24.000 metros cúbicos de concreto procedente de usinas localizadas a um raio de 10 quilômetros do canteiro. Além do cimento CPIII, a construtora usa tintas à base de água, desmoldante de origem vegetal e outros produtos de menor impacto ambiental.

A Concrezac Pisos Industriais faz não apenas o bombeamento, mas também o lançamento e o acabamento do concreto, além da cura química, que reduz o consumo de água. “Se fosse feita a cura úmida, seriam utilizados aproximadamente 1.440 metros cúbicos de água, ou seja, ali entrariam cerca de 144 caminhões-pipa”, diz Avallone.

Zaccaria arremata: “Equipamentos modernos e eficientes contribuem com ganhos na produtividade da obra do Garnet Residencial. A Concrezac mais uma vez inova oferecendo produtos alinhados a ações sustentáveis, como a da Construtora Rio Verde”.