Até 2018! Construmetal fomenta a esperança para o setor da construção metálica

A edição 2016 atraiu cerca de 5 mil visitantes em seus três dias

Publicado em: 23/09/2016

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Nem mesmo a baixa temperatura e a tradicional garoa da capital paulista foram capazes de esfriar a sétima edição do Construmetal. Realizado entre os dias 20 e 22 de setembro de 2016 no Centro de Convenções Frei Caneca, o evento reuniu entre 1,5 mil e 2 mil visitantes por dia. Os grandes atrativos foram os diversos painéis e palestras, além de uma feira de exposições reunindo empresas do setor de construção metálica.

novos-projetos-corporativos
Crédito: Portal AECweb

Segundo César Bilibio, presidente da Associação Brasileira da Construção Metálica (ABCEM), o principal objetivo do evento – que acontece bienalmente e, neste ano, tinha como tema “Aço: Protagonista do Crescimento” – era ampliar o conhecimento do mercado brasileiro quanto à utilização do aço. Para isso, o Construmetal 2016 contou com palestrantes que são referências mundiais no setor, como os arquitetos e engenheiros Joseph Burns (Estados Unidos) e Marc Mimram (França).

PREMIAÇÕES

Logo depois da abertura, foram divulgados os vencedores do prêmio ABCEM 2016, separado em três categorias – edificações, obras de pequeno porte e obras especiais. Foram premiados projetos onde elementos e componentes de aço tiveram absoluta predominância, incluindo estruturas mistas de aço-concreto. Cada um dos projetos premiados recebeu 10 mil reais.

os ganhadores do 9° Concurso CBCA de Projetos em Aço para Estudantes de Arquitetura receberam seus prêmios durante o segundo dia do Construmetal. Além da premiação de 5 mil reais, os estudantes representarão o Brasil no 9º Concurso Alacero de Diseño en Acero para Estudiantes de Arquictetura de 2016, organizado pela Associação Latino-Americana do Aço (Alacero), que acontecerá durante a 57ª edição do Congresso Latino-Americano de Aço, no Rio de Janeiro, nos dias 24, 25 e 26 de outubro.

novos-projetos-corporativos
Vencedores do Concurso CBCA. Crédito: Portal AECweb

PALESTRAS, PAINÉIS E CURSOS

Não faltou conteúdo de qualidade para o público do Construmetal. Com temas como “Avanços da Arquitetura em Aço”, “As Necessidades de P&D”, “Como Acontecem Ganhos e Frutos no Relacionamento Escola e Indústria” e “Conjuntura Político-Econômica”, as palestras geraram muito interesse entre os presentes, visto que sobravam poucos lugares vagos no local.

O Construmetal ainda contou com o workshop “Caminho das Pedras para a Construção em Aço”, além do curso sobre as normas brasileiras referentes a pontes rodoviárias mistas aço-concreto. Após o evento, 67 trabalhos tecnocientíficos serão publicados nos canais do Construmetal 2016 na forma de e-book (com registro de ISBN). Todos foram avaliados pelo Comitê Científico do Construmetal 2016, coordenado pelo professor Eduardo M. B. Campello (Escola Politécnica da Universidade de São Paulo), e apresentados ou exibidos durante o evento.

novos-projetos-corporativos
Construmetal 2016. Crédito: João José Carniel

FEIRA

O perfil do evento facilitou a troca de informações entre clientes e empresas. Por contar com um público específico, as marcas não costumam expor seus produtos. “O Construmetal é uma boa oportunidade, sobretudo, para fazer e manter contatos. Você pode observar que é difícil encontrar produtos expostos. A maioria das empresas traz apenas catálogos e folhetos”, explica Edson de Miranda, gerente geral da ArcelorMittal Perfilor, que utilizou o evento para realizar uma divulgação institucional da marca e dos produtos como um todo.

A divulgação também foi o foco da Manzato. Com alguns produtos expostos no estande, como parafusos autoperfurantes e acessórios para telhas, a empresa, com sede no Rio Grande do Sul, pretende expandir sua marca no mercado. “Nós viemos para aumentar a divulgação da empresa visando a alavancar as vendas. Lá no Sul, o movimento do mercado está bem fraco, mas estamos com a expectativa de melhora, porque os números vêm crescendo desde o início do ano”, pondera Michele Bisol, analista de vendas da Manzato Parafusos.

novos-projetos-corporativos
Painel com os vencedores do Prêmio ABCEM. Crédito: Portal AECweb

A Calfran tem como foco a venda de máquinas e robôs para cortes a plasma. No estande da empresa ficaram expostas algumas peças de aço. De acordo com o diretor técnico da empresa, Tiago Juste, a feira trouxe um bom retorno. “Por ter um público bem direcionado ao setor do aço, nós conseguimos concretizar muitos negócios e contatos desde o primeiro dia de evento”, disse.

A utilização do ferro, e depois do aço, quase sempre foi destinada à parte estrutural das obras. Hoje, porém, isso está transcendendo: o ferro e o aço têm sido empregados em vários tipos de empreendimentos
César Bilibio – Presidente da ABCEM

Já a Marko buscou não só a venda de produtos, mas também a expansão da sua rede de distribuidores, com o intuito de ampliar seu mercado de atuação. “Além da divulgação do nosso portfólio de produtos, temos como foco a prospecção de potenciais dealers”, reforça Carlos Ortiz, gerente comercial regional da Marko. O estande da empresa destacava a utilização do sistema de cobertura metálica roll-on.

A tecnologia sustentável não ficou de fora. Com um produto que gera energia solar, a Bemo trouxe para o Construmetal seu novo produto, que pode ser adaptado às estruturas já instaladas. “Aproveitando os telhados metálicos, estamos apresentando o sistema integrado de geração de energia fotovoltaica, que é fixado nas próprias telhas, facilitando sua aplicação e reduzindo o consumo de energia”, explica Fulvio Zajakoff, diretor geral da Bemo do Brasil.