Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Entenda como obter a certificação PBQP-H

Com foco na melhoria contínua de processos e produtos da construção civil, PBQP-H é condição para participar de programas habitacionais. Entenda

Publicado em: 01/03/2021Atualizado em: 10/10/2022

Texto: Juliana Nakamura

Dicas para conquistar o PBQP-H
Para a sociedade, o selo mostra que a construtora tem um compromisso com os padrões de qualidade (foto: Kanghophoto/Shutterstock)

O Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H) foi criado pelo Governo Federal há duas décadas para elevar a qualidade e ampliar o acesso às habitações. A iniciativa já certificou mais de três mil empresas no país e é pré-requisito para as construtoras aprovarem projetos junto à Caixa Econômica Federal e para participarem de programas habitacionais, como o Casa Verde e Amarela.

Além disso, a certificação é uma ótima forma de alavancar a reputação da empresa
Rodrigo Giacomazzi

“A exigência do PBQP-H em licitações municipais e estaduais é crescente”, comenta Rodrigo Giacomazzi, coordenador de obras da construtora Bidese. “Além disso, a certificação é uma ótima forma de alavancar a reputação da empresa”, afirma o engenheiro, reforçando que a sociedade percebe nas construtoras com o selo um compromisso com padrões reconhecidos e com a melhoria contínua.

Outros benefícios associados à adesão ao PBQP-H são a redução do índice de reclamações de clientes e a diminuição de retrabalho, de desperdício de materiais e de geração de resíduos no canteiro.

Baixe agora o e-Book e descubra “Tendências e melhores práticas para resolver os problemas e desafios das vistorias de qualidade”.

Confira a seguir cinco dicas objetivas que podem ajudar na obtenção dessa certificação de qualidade.

1) Conte com o apoio de uma consultoria — O processo de certificação PBQP-H pode ser trabalhoso. Por isso, contar com uma consultoria especializada aumenta a chance de obter o selo logo na primeira tentativa. “Para o PBQP-H é necessário que a construtora esteja disposta a se engajar por inteiro. Trata-se de um processo de adequação a padrões e isso requer, muitas vezes, uma mudança de cultura”, destaca Juliana Santos, engenheira de meio ambiente e qualidade do Grupo EPO. Ela conta que é bastante comum a contratação de consultorias para apoiar a certificação. “Além disso, quando a empresa possui um profissional interno capaz de liderar este processo, a certificação tende a ser menos onerosa”, continua Santos.

2) Trabalhe em alinhamento com as normas técnicas — No caso das construtoras, o PBQP-H é aplicado por meio do Sistema de Avaliação da Conformidade de Empresas de Serviços e Obras da Construção Civil (SiAC). Elaborado com base nas normas ISO 9001, o SiAC adota a abordagem de processo para a implementação do Sistema de Gestão da Qualidade. Desde 2018 os critérios do SiAC estão alinhados às exigências da ABNT NBR 15.575 — Edificações Habitacionais: Desempenho.

3) Preste atenção aos pontos críticos — A adesão ao Programa ocorre após uma auditoria na qual é avaliada a conformidade com os requisitos do SiAC. Uma vez implementados os requisitos, caberá a uma empresa credenciada pelo Inmetro auditar e emitir o certificado. Durante as auditorias, cinco erros frequentemente identificados são: 1) Falta de rastreabilidade de todos os materiais; 2) Procedimentos de execução de serviços que não declaram exatamente o que está sendo executado; 3) Armazenamento inadequado de materiais; 4) Falta de treinamentos relacionados à execução do serviço; 5) Lacunas na comprovação de competências da mão de obra, como escolaridade, treinamentos, experiência etc.

4) Fique de olho nas atualizações do Programa — Passados 36 meses da auditoria inicial, a construtora deve se certificar de novo, iniciando um novo ciclo. Por isso, é fundamental ficar sempre atento às mudanças realizadas no Programa. Em janeiro de 2021 foi publicada uma Portaria do Ministério do Desenvolvimento Regional com mudanças no regimento geral do SiAC. Entre as alterações promovidas há, por exemplo, a exigência específica de identificação dos riscos previsíveis na época do projeto, conforme a ABNT NBR 15.575: Edificações Habitacionais — Desempenho. Há, também, uma exigência específica com relação à qualificação de fornecedores de serviços de controle tecnológico.

As ferramentas digitais são essenciais para uma gestão eficiente e podem contribuir para obter certificações de qualquer natureza ao facilitar todas as formas de controle, registro e operação
Juliana Santos

5) Busque o apoio de soluções digitais — Utilizar um software de gestão não é obrigatório para conquistar a certificação PBQP-H. No entanto, ajuda muito. “As ferramentas digitais são essenciais para uma gestão eficiente e podem contribuir para obter certificações de qualquer natureza ao facilitar todas as formas de controle, registro e operação”, diz Juliana Santos. Em especial no caso do PBQP-H, softwares de gestão podem auxiliar o gerenciamento de requisitos importantes, como controle de serviços e materiais, gestão de resíduos, além de planejamento e registro de auditoria.

Colaboração técnica

 
Juliana Santos — Graduada em Engenharia Ambiental com pós-graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho, é engenheira de meio ambiente e qualidade do Grupo EPO e representante da construtora junto à Comissão de Meio Ambiente do Sinduscon-MG.
 
Rodrigo Giacomazzi — Engenheiro civil pós-graduado em Gerenciamento de Projetos com MBA em Controladoria em Finanças e em Incorporações Imobiliárias. Auditor interno ISO-9001, é coordenador de obras da Construtora Bidese.