Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Confira 6 razões para contratar uma ferramenta de gestão de qualidade

Tecnologias digitais permitem elevar a eficiência do Sistema de Gestão da Qualidade. Saiba mais sobre a contribuição desses softwares e aplicativos para as construtoras

Publicado em: 26/02/2021Atualizado em: 10/03/2021

Texto: Juliana Nakamura

ferramenta de gestão de qualidade
O ideal é que o construtor centralize as informações em uma única plataforma (foto: SFIO CRACHO/Shutterstock)

A gestão da qualidade é um tema sensível na indústria da construção civil. Afinal, o setor ainda sofre com prejuízos provocados por vícios construtivos, atrasos em cronogramas, alto índice de retrabalho e baixa produtividade. Nos últimos anos, contudo, o desenvolvimento de ferramentas que adicionam agilidade e mobilidade à gestão da qualidade ofereceu às empresas a oportunidade de descentralizar e automatizar processos e controles.

Hoje há várias alternativas para informatização do Sistema de Gestão da Qualidade. Ao selecionar uma entre as tantas soluções disponíveis, é importante privilegiar a integração. “Uma recomendação é evitar a Torre de Babel dos sistemas, ou seja, várias plataformas trabalhando de forma independente e sem nenhuma integração”, alerta Ralph Montelo, diretor do produto Construpoint na e-Construmarket. Segundo ele, o ideal é que o construtor centralize as informações referentes ao planejamento, produção e qualidade em uma única plataforma, já que estas áreas precisam trabalhar juntas para o sucesso da obra.

Uma recomendação é evitar a Torre de Babel dos sistemas, ou seja, várias plataformas trabalhando de forma independente e sem nenhuma integração
Ralph Montelo

Além disso, o construtor deve buscar uma plataforma que se baseie nas normas ISO 9001, ISO 14000 e PBQP-H e que possa ser adaptada a seu Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ). “Embora as normas sejam as mesmas para todos, cada empresa possui um SGQ. Adotar ferramentas personalizadas ajuda na transição do papel para o digital, minimizando dificuldades de implantação e evitando que sejam abertas não conformidades na gestão”, diz Elton Lacerda, sócio-fundador da Qualiarq.

Baixe agora nosso Guia de inspeções de qualidade em obras!

Confira, a seguir, alguns motivos que justificam o interesse dos construtores pelas ferramentas de gestão da qualidade.

1) Poupar tempo e diminuir retrabalhos — A digitalização aplicada à gestão da qualidade permite otimizar um grande volume de dados e centralizar informações em um único lugar. Mais além, ao dar agilidade aos processos, a digitalização permite liberar gerentes e diretores para se concentrarem em atividades mais estratégicas para as obras e para o desempenho do negócio.

2) Agiliza a tomada de decisões — As ferramentas digitais podem gerar, de modo prático, indicadores sobre o desempenho e a qualidade, inclusive produzindo gráficos. Essas informações são valiosas para apoiar o gestor a tomar decisões rápidas e assertivas.

3) Reduzir a papelada no canteiro — O Sistema de Gestão da Qualidade envolve uma quantidade enorme de papéis de difícil administração. Nesse ponto, uma boa plataforma digital permite abreviar processos que podem consumir muito tempo dos profissionais e reduzir a chance de perda de informações. “As novas ferramentas garantem redução drástica do tempo de conferência e execução. Elas também agregam foco na gestão em tempo real e sustentabilidade com a eliminação de formulários e relatórios em papel”, resume Juliana Santos, engenheira de meio ambiente e qualidade no Grupo EPO.

4) Facilita auditorias — Como já foi mencionado, as ferramentas digitais auxiliam a gestão de uma série de documentos, desde o registro de dados sobre treinamentos, até a consolidação de resultados de auditorias internas, passando pelo controle de ações de melhoria. Com isso elas facilitam o preparo da empresa para auditorias internas e de terceiros.

5) Funcionamento offline — Uma particularidade da Construção Civil é a operação em locais que, muitas vezes, não dispõe de acesso à Internet estável. Até por isso, alguns apps voltados às empresas do setor foram desenvolvidos para funcionar offline, inclusive para a captação de dados. Isso significa que o trabalho de gestão não precisa parar por instabilidades de conexão.

6) Auxilia a gestão de fornecedores — Algumas ferramentas de gestão da qualidade incorporam recursos para a avaliação de fornecedores. O usuário pode, por exemplo, definir critérios para avaliar cada tipo de fornecedor, atribuir pesos diferentes e estabelecer ponderações para gerar uma nota em cada avaliação.

Conheça agora mesmo o Construpoint, o aplicativo digitaliza a sua gestão de qualidade ajudando a corrigir erros e desvios, reduzir retrabalhos, desperdícios, atrasos do cronograma e estouros de orçamentos. Basta clicar aqui!

Colaboração técnica

 
Ralph Montelo — Formado em análise e desenvolvimento de sistemas, tem experiência internacional nos EUA e na Alemanha e mais de 10 anos de vivência em obras imobiliárias e edificações. É diretor do produto Construpoint na e-Construmarket.
 
Elton Lacerda — Arquiteto e urbanista, pós-graduado em engenharia de segurança do trabalho e em engenharia ambiental. Desde 2012 atua como auditor líder em certificação de Sistema de Gestão pelo Bureau Veritas. É sócio-fundador da Qualiarq.
 
Juliana Santos — Graduada em Engenharia Ambiental com pós-graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho e Engenharia Sanitária e Ambiental, é engenheira de meio ambiente e qualidade no Grupo EPO.