e-Construmarket lança plataforma BIM totalmente adaptada à realidade brasileira

Solução otimiza o compartilhamento de gráficos e dados, aumenta a produtividade, acelera a integração e melhora a colaboração entre os times de projetos e obras

Publicado em: 10/09/2021Atualizado em: 20/09/2021

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Os encontros sobre BIM realizados no Brasil normalmente começam citando os principais problemas da construção – baixa produtividade, descontrole de custos e desperdício de materiais – para, em seguida, prometer que a adoção do BIM vai resolvê-los.

Mas, apesar do valor da promessa e das experiências internacionais que confirmam o milagre, por que o BIM avança tão lentamente em nosso país?

Para Jorge Alvarez, CEO da e-Construmarket – principal referência em soluções de internet para construção civil – o baixo conhecimento do tema e o insucesso das primeiras experiências criaram crenças que pesam contra para a maioria dos executivos do setor. “Muitos ainda acreditam que BIM é difícil de implantar, que o investimento não compensa, que é melhor esperar que os projetistas evoluam ou que todos deveriam usar o mesmo software. Outros dizem que é impossível fazer o BIM chegar na obra e acham que os arquivos são muito grandes”, conta.

Somado a esses preconceitos faltava no mercado uma solução eficiente e capaz de democratizar, facilitar e baratear o acesso ao BIM para todas as empresas. Apesar dos esforços contrários dos gigantes da indústria de projetos, a experiência e a lógica mostraram que é impossível desenvolver uma plataforma completa e única para modelar. O melhor caminho é que cada empresa especialista em uma disciplina use a ferramenta mais apropriada para seu trabalho específico – independente do fabricante – sem se preocupar se ela resolve ou não as questões da integração com outros times.

Nossa plataforma otimiza o compartilhamento de gráficos e dados, aumenta a produtividade, acelera a integração e melhora a colaboração entre os times de projetos e obras
Jorge Alvarez

Por isso, a e-Construmarket desenvolveu a primeira plataforma BIM totalmente adaptada à realidade brasileira. “Optamos pela solução mais lógica e inteligente para a interoperabilidade e a colaboração: o uso eficiente do OpenBIM e seus padrões abertos IFC e BCF. Nossa plataforma otimiza o compartilhamento de gráficos e dados, aumenta a produtividade, acelera a integração e melhora a colaboração entre os times de projetos e obras”, conta o CEO da e-Construmarket, empresa que já apoiou a gestão de projetos em 2D em mais de 15.000 obras nos últimos 15 anos.

Com essa ferramenta, cada disciplina pode adotar a tecnologia que melhor atende suas necessidades e deixar as questões da integração e colaboração para a plataforma BIM do Construmanager ou do Construpoint.

Conheça a plataforma BIM

Ela simplifica, democratiza e barateia a visualização, colaboração e levantamento de quantitativos em modelos BIM simples ou federados
Jorge Alvarez

Para as empresas que querem começar, ou para aquelas que já operam com modelos 3D, mas ainda não experimentaram todas as riquezas do BIM, a nova plataforma ajuda a remover os fantasmas do passado e torna real a promessa de melhorar a lucratividade, reduzir prazos e custos e eliminar o desperdício. “Ela simplifica, democratiza e barateia a visualização, colaboração e levantamento de quantitativos em modelos BIM simples ou federados. Além disso, nosso roadmap já inclui tecnologias que melhoram a produtividade, a qualidade e a transparência como realidade mista, realidade aumentada, sensoriamento e inteligência artificial”, completa o CEO da e-Construmarket.

Vantagens da integração com Construmanager ou Construpoint

• Colaboração e comunicação entre sistemas diferentes em um projeto BIM deixam de ser um problema

• Qualquer usuário pode acessar o modelo BIM a qualquer hora e de qualquer lugar para colaborar sem interferir no original

• Funciona em Desktops, Tablets e Celulares

• A conexão entre os times e o repositório centralizado garantem que a pessoa certa, tenha acesso aos desenhos e aos dados certos, no momento certo

• Cada empresa pode adotar a ferramenta que melhor atenda às suas necessidades e investir em novas tecnologias, sem se preocupar com as questões de integração

• Os times podem trocar informações geradas em qualquer sistema e aumentar o entrosamento entre as diversas disciplinas

• Com uma solução integrada todas as disciplinas atuam com o modelo na mesma revisão, eliminando desajustes e retrabalho

• Erros e falhas na comunicação entre times são eliminados

• Os modelos podem incorporar metadados que permitem melhorar a identificação, estágio e as informações de conteúdo

• O uso de gráficos e dados facilmente acessíveis permite gerar visões comprometidas, aumentar a previsibilidade e reduzir prazos e custos

• Não apenas os projetistas, mas também os profissionais da obra, administração e fornecedores podem contribuir para enriquecer o modelo com novas percepções e mais dados

• Depois das chaves, a plataforma concentra as informações e interações entre empresas ao longo do projeto e da construção de modo a transmitir de forma organizada e seletiva as informações necessárias para a turma da operação depois da entrega das chaves.

Leia também: Conheça as principais dimensões do BIM e as falhas que seu uso impede baixando nosso infográfico!