Estruturas metálicas agilizam obras em lojas de shopping centers

Perfis de aço são entregues já fixados em sua posição final e eliminam a necessidade de armazenamento de materiais. Isso facilita a entrega mais rápida do projeto e o retorno do valor investido

Publicado em: 30/05/2018Atualizado em: 09/11/2018

Texto: Vinícius Veloso

banco-cetelem
Estrutura metálica tem montagem rápida e quase não há mobilização de materiais no interior do mall (Foto: R.A. Engenharia)

 

Em lojas de shoppings, a velocidade de execução e o prazo de entrega da obra figuram entre as principais metas das construtoras. Afinal, o encerramento rápido do trabalho permite ao investidor antecipar a inauguração e, consequentemente, recuperar mais rapidamente seu capital.

Nesse cenário, a estrutura metálica é a opção mais interessante, pois a montagem é veloz e quase não há mobilização de materiais no interior do mall. Até porque não é permitido montar um canteiro tradicional dentro da maioria dos shoppings. “Um dos principais benefícios das estruturas metálicas é o fato de os perfis de aço serem entregues já fixados em sua posição final. Assim, eliminam a necessidade de armazenamento de materiais”, destaca o engenheiro Angelos Katopodis Júnior, titular da M&K Estruturas Metálicas.

Um dos principais benefícios das estruturas metálicas é o fato de os perfis de aço serem entregues já fixados em sua posição final, eliminando a necessidade de armazenamento de materiais
Angelos Katopodis Júnior

Nesse tipo de projeto, é comum o fabricante das estruturas realizar grande parte do trabalho de montagem dentro da indústria. “O fornecedor monta os pilares e faz o fechamento das vigas, deixando o mínimo possível de tarefas para serem feitas na loja”, diz Katopodis. Na obra, é necessária somente a ligação entre as partes, o que aumenta bastante a velocidade de execução. “Um mezanino de cerca de 60 m2 é executado em, no máximo, quatro dias”, afirma o engenheiro Rafael Alex Friedrich, titular da R.A. Engenharia. “Outro fator que colabora para tornar a obra mais rápida é o uso de perfis de alma cheia”, complementa o engenheiro Leonardo Priess Perini, projetista de estruturas metálicas na R.A. Engenharia.

ESPECIFICAÇÃO E DIMENSIONAMENTO

Quando as estruturas metálicas são empregadas na montagem de mezaninos em lojas de shoppings, é comum que o acabamento seja menos sofisticado, porque essa área normalmente recebe o depósito ou setores operacionais. No entanto, a simplicidade não torna o projeto mais fácil. “Além do tipo de uso, é necessário avaliar outros fatores. Por exemplo, se haverá circulação de pessoas sob a estrutura”, aponta Friedrich.

A especificação e o dimensionamento da estrutura têm por base o projeto de arquitetura do espaço comercial. “É sempre recomendado apresentar o engenheiro calculista ao arquiteto para decidirem juntos onde colocar os pilares e definir altura máxima do vigamento, entre outros aspectos. O bom convívio entre arquitetura e engenharia sempre traz benefícios aos donos do projeto, menos retrabalho e mais compatibilização entre as disciplinas”, declara Friedrich.

Outro profissional que está diretamente relacionado ao trabalho é o engenheiro que representa os administradores do shopping. Esse profissional indica o que pode ou não ser feito no empreendimento. “Ele informa se é possível apoiar os perfis metálicos na estrutura de concreto da edificação”, exemplifica Perini.

Geralmente, existe um caderno de especificações técnicas da edificação, que deve ser rigidamente respeitado durante a elaboração do projeto. “No caderno são detalhadas a possibilidade de criar estruturas na divisa entre as lojas, por exemplo, e as sobrecargas suportadas”, ressalta Katopodis, lembrando que o projeto pronto precisa ser aprovado pelos administradores. Essa verificação é de fundamental importância para garantir a segurança estrutural de toda a edificação.

O dimensionamento do mezanino deve ser baseado no cálculo de cargas que terão de ser suportadas. Com base nessa informação, o projetista procura utilizar o material mais leve possível e que garanta economia e segurança ao lojista. Nesse tipo de obra, as soluções mais empregadas são os perfis laminados ou dobrados. “É um tipo de projeto que não dá margem para qualquer erro de medida ou de fabricação”, observa Perini.

LOGÍSTICA

A logística de entrega dos materiais também deve ser muito bem planejada, já que os operários que transportam as peças não podem disputar espaço com os clientes nos corredores do shopping. “É preciso cuidado no manuseio dos materiais e equipamentos de instalação para não danificar o piso e demais estruturas do mall”, orienta Perini, indicando que os perfis metálicos têm comprimento que varia de 6 a 12 metros. Para evitar transtornos aos lojistas e consumidores, a maioria dos empreendimentos estabelece que tanto a obra quanto a entrega de materiais seja feita de madrugada.

A programação é outro item que exige aprovação dos administradores, que indicarão o local onde as peças serão recebidas. “É normal que as peças sejam levadas até as lojas passando pelas áreas técnicas, quando elas existem. Se isso não for inviável, pela localização do espaço comercial ou inexistência da área técnica, o transporte é feito com o máximo de cuidado pelos corredores normais”, diz Katopodis.

É preciso cuidado no manuseio do material e dos equipamentos de instalação para não danificar o piso e demais estruturas do mall
Leonardo Priess Perini

INVESTIMENTO

Se for considerado somente o preço das estruturas metálicas em relação ao das estruturas convencionais, a primeira sairá mais cara. “No entanto, é preciso colocar na balança outros aspectos, sendo o principal a entrega rápida. Portanto, a operação vai começar antes, e o faturamento virá mais cedo”, sugere Friedrich. Por conta da logística e dos prazos, o concreto não é competitivo.

Na opinião de Katopodis, na execução de mezaninos em lojas de shoppings, a madeira é o único material que pode substituir o metal. Porém, como a madeira envolve toda a questão de preservação das florestas, o aço acaba sendo o mais indicado para esse tipo de estrutura.

OUTRAS VANTAGENS

A versatilidade das estruturas metálicas facilita o acabamento e alterações futuras. Como a rotatividade de lojas em shoppings é alta, a solução possibilita que o ponto seja alugado rapidamente e que o novo ocupante realize facilmente as modificações que julgar necessárias.

Conhecendo o projeto anterior, é possível redimensionar ou realocar as peças, de maneira a atender às necessidades do novo locatário. “Toda modificação estrutural deve ser previamente avaliada por um profissional habilitado”, recomenda Perini. “Essas intervenções posteriores são possíveis sim, inclusive já realizamos algumas. Mas sempre levando em consideração o cálculo estrutural, para que o mezanino não corra o risco de colapso”, finaliza Friedrich.

Leia também: Entenda por que as obras com estruturas metálicas são mais rápidas

COLABORAÇÃO TÉCNICA

engenheiro-marcelo-mesquita
Angelos Katopodis Júnior – engenheiro formado pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Goiás). Trabalhou durante oito anos como supervisor de projetos, fabricação e montagem na indústria de estruturas metálica Metaltec. Fundou o escritório de projetos M&K Estruturas Metálicas, especializado em projetos executivos de shoppings, obras comerciais ou residenciais, estádios e ginásios esportivos, hangares, centros de distribuição, concessionárias, entre outros.
engenheiro-marcelo-mesquita
Rafael Alex Friedrich – engenheiro formado pela Universidade Estadual de Santa Catarina - Joinville (Udesc). Sua atuação na área de projetos começou em 1999, durante a sua formação como Técnico em Edificações pela Escola Técnica Tupy. Trabalhou durante toda a faculdade em várias empresas, como a Imobiliária Mediterrâneo e a Engest (Engenharia de Estruturas, Estrutural e Grupo de Shoppings Almeida Junior). Em 2010, fundou o escritório de projetos R.A. Engenharia.

Leonardo Priess Perini – Engenheiro formado pela Universidade Estadual de Santa Catarina – Joinville (Udesc). Atua na área de projetos e fabricação de estruturas metálicas desde 2012, quando estagiou na empresa Helpcon. Desde o início de sua carreira, trabalha com projetos de estruturas metálicas, passando também pela fabricação de elementos pré-fabricados de concreto armado na Perville Engenharia, onde participou da construção da planta industrial da BMW no Brasil. Em 2015, começou a elaborar projetos de estrutura metálica na R.A. Engenharia, com foco em mezaninos de lojas de shoppings.