Iluminação natural por tubos pode gerar economia de até 100%

Antes de especificar e definir custos é preciso avaliar o tipo de telhado, a distância entre forro e telhado, o número de pontos e tipo de equipamentos

Publicado em: 21/01/2013

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Redação AECweb / e-Construmarket
O Solatube é um sistema de iluminação natural composto de equipamento tubular de alumínio que reflete a luz solar. A tecnologia, segundo informa Daniel Markus, sócio da Efilux, foi desenvolvida há 21 anos na Austrália e proporciona economia de até 100% na conta de energia com iluminação, nos casos de ambientes que funcionam apenas no período diurno.

Como funciona

O sistema é composto por três partes: captação, transferência e difusão ou distribuição. A captação se dá por meio de uma cúpula formada por um prisma de otimização e recepção da luz solar nas diferentes horas do dia e angulações do sol sobre o equipamento. A cúpula é produzida com um acrílico composto de elementos filtrantes que evitam a radiação dos raios UVA e UVB, que podem provocar doenças na pele e danificam pisos de madeira, móveis, tapetes e carpetes. Também conta com um elemento filtrante para os raios infravermelhos. Com isso, a transferência de calor é minimizada, o que vale dizer que um ponto do Solatube esquenta menos do que as lâmpadas comuns. A cúpula de captação recebe uma proteção eletrostática que evita o acúmulo de poeira, garantindo o funcionamento do equipamento sem precisar de limpeza periódica.

A tecnologia da zona de transferência consiste na aplicação de uma película interna no duto de alumínio, permitindo levar para aos ambientes internos até 99,7% da iluminação captada, direcionada de modo homogêneo até o ponto de difusão. O tubo pode ser estendido por até 15 metros, sem perda de luz. Dependendo do modelo, um único Solatube ilumina uma área de até 46 m², mesmo em dias nublados.

Através das lentes que compõem a parte de difusão ou distribuição é possível realizar o estudo luminotécnico do local. Com isso, dá para prever a intensidade de luminosidade que o equipamento dará a cada ambiente, se luz do dia total ou parcial. “O controle da intensidade de luz é feito por um acessório de dimerização que chega à sofisticação de ‘apagar’ a luz durante o dia”, afirma Markus.

Para projetos residenciais, existe um kit para iluminação elétrica, que incorpora ao sistema a rede de energia elétrica para lâmpadas a serem acionadas no período noturno.

AplicaÇÃo

O sistema de iluminação natural tubular pode ser aplicado em residências, estabelecimentos comerciais, galpões industriais e logísticos - tanto no setor administrativo quanto nos armazéns. Por ser altamente refletivo, transfere a luz solar para o interior de qualquer divisão ou espaço com perda mínima de intensidade, mesmo em dias nublados e mais escuros. O equipamento utiliza a tecnologia Raybender® 3000, que consiste numa lente capaz de desviar de forma eficaz a direção dos raios solares para o interior do tubo. “O produto tem garantia de fábrica por dez anos e não exige nenhum tipo de manutenção, pois é totalmente vedado”, afirma Markus.

Como Comprar

Segundo Daniel Markus, o custo básico de um equipamento para iluminar uma área pequena, um corredor ou lavabo, por exemplo, parte de R$ 980,00. Ele explica que o valor do projeto depende de cada caso, pois é avaliado o tipo de telhado, a distância entre forro e telhado, o número de pontos e tipo de equipamentos exigidos em cada caso. “A tecnologia é patenteada pela Solatube e existem três modelos disponíveis: o 160DS, o 290DS e o 750DS”, acrescenta.

InstalaÇÃo

MODELO DESEMPENHO DIÂMETRO ÁREA ILUMINADA LOCAIS DE APLICAÇÃO
160DS Equivale a uma lâmpada incandescente de 150 watts 25cm Ilumina até 13 m² Banheiros, escadas, hall de entrada e closets. A área de abrangência varia de acordo com a intensidade de luz desejada para o local.
290DS Equivale a duas lâmpadas de 150 watts 35cm Ilumina áreas com até 20 m² Indicado para cozinhas, salas de estar, escritórios, salões e garagens.
750DS Equivale a uma lâmpada de vapor metálico de 150 watts 53cm 46 m² Locais públicos de trabalho ou estudo, como grandes escritórios, áreas comerciais, salas de aulas, refeitórios, armazéns industriais, galpões logísticos, oficinas, hospitais e ateliês de desenho e arquitetura.

Um equipamento pode ser instalado em aproximadamente três horas, dependendo da complexidade. Markus destaca que a instalação é simples e há manual disponível, mas que o ideal é contar com os serviços de equipe de instalação Certificada Solatube®, presente em diversos estados no Brasil.

Para arquitetos e projetistas interessados em especificar o Solatube, Markus comenta que sua empresa disponibiliza informações conforme a necessidade, auxiliando na elaboração dos projetos. “Basta nos enviar um arquivo em DWG e fazemos o dimensionamento através do estudo luminotécnico, de acordo com a necessidade de cada ambiente”, afirma.


COLABOROU PARA ESTA MATÉRIA

Daniel Markus – Formado em Publicidade e Propaganda com especialização em Gestão de Negócios, acumulou experiência nos setores de bens de consumos, marketing esportivo e recrutamento de executivos antes de empreender com dois sócios (um engenheiro e um administrador) na Efilux, que tem como missão oferecer ao mercado brasileiro soluções eficientes e sustentáveis em iluminação visando redução de consumo de energia e redução em despesas com manutenção e reposição.