Janela acústica é solução para locais com emissores de ruídos

O material pode reduzir em até 35 dB o barulho vindo de espaços de eventos de grande porte, proporcionado condição acústica confortável para os moradores do entorno

Publicado em: 17/02/2023

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

foto de uma pessoa segurando uma espátula e uma tabua com argamassa líquida em cima
(Foto: Shutterstock)

Muito além do recomendado pela Organização Mundial da Saúde, moradores do entorno de locais emissores de ruídos, como estádios de futebol e casas de espetáculo, convivem com até 75 dB desde a aprovação da lei paulistana, em novembro de 2022. Antes, o limite eram 55 dB.

O Environmental Noise Guidelines for the European Region, da OMS, determina que o ideal é que, em ambientes externos, não sejam ultrapassados 55 dB durante o dia e 45 dB durante à noite, em média.

“Porém, isso é um objetivo e não um limite, que raramente acontece nos centros urbanos devido ao ruído do tráfego e outras fontes. Já em ambientes internos, por exemplo em um dormitório, o ideal é que à noite o nível sonoro seja inferior a 30 dB em média”, lembra o engenheiro Juan Frias, diretor da consultoria Bracústica e coordenador do Comitê de Acústica Ambiental ProAcústica.

Em ambientes internos, por exemplo em um dormitório, o ideal é que à noite o nível sonoro seja inferior a 30 dB em média
 Juan Frias

Os andares mais altos dos edifícios próximos aos estádios descobertos são, em geral, os mais impactados pelo ruído. “Isso também acontece em alguns ambientes fechados, onde o telhado é o elemento mais fraco para o isolamento acústico. Para eventos ao ar livre, vai depender dos obstáculos (barreiras acústicas) entre a fonte e o receptor. É mais frequente que esses obstáculos se encontrem ao nível do solo, o que faria que os andares altos fossem de novo mais desfavoráveis”, explica.

Como se proteger

A construção de um novo empreendimento deve prever um bom projeto acústico. Através de simulações computacionais é possível calcular os níveis de ruído que incidirão na edificação procedentes do entorno (rodovias, trens, aeroportos, arenas, indústrias etc.). “Com isso, podemos dimensionar as soluções de isolamento acústico necessárias, para garantir adequados níveis sonoros nos ambientes internos”, orienta Frias.

Para os imóveis já existentes, a solução recomendada é a melhora do isolamento acústico das fachadas, que passa necessariamente pela instalação de esquadrias de alto desempenho acústico. Geralmente, o principal ponto de vazamento do som em residências é através das janelas, por se tratar do elemento mais fraco do envelope do edifício e por onde vaza a maior parte da energia sonora.

“Teoricamente, com 55 dB no ambiente externo, quase qualquer janela consegue proporcionar um isolamento para ter 30-35 dB no ambiente interno. Mas, com 75 dB no ambiente externo, essa janela precisa ser de maior desempenho – mais sofisticada e de maior custo –, para conseguir o mesmo padrão de silêncio no interior”, ressalta o especialista, indicando para residências horizontais, com telhados com pouco isolamento acústico, a aplicação de forros em drywall.

Teoricamente, com 55 dB no ambiente externo, quase qualquer janela consegue proporcionar um isolamento para ter 30-35 dB no ambiente interno. Mas, com 75 dB no ambiente externo, essa janela precisa ser de maior desempenho
 Juan Frias

Por isso, é importante que o aumento do limite venha acompanhado de outras restrições, como limitação dos horários dos shows ou limitação do número de shows por semana ou mês, de forma que, quem não tem acesso ao isolamento acústico, consiga preservar sua qualidade de vida e direito ao descanso na medida do possível.

Leia também:
Isolamento acústico de estúdios exige projeto e profissionais especializados
Forro de drywall é versátil e durável
Acústica das lajes é assunto delicado

Colaboração técnica

Juan Frias  –  Engenheiro de Acústica pela Universidade Politécnica de Madri, diretor da empresa Bracústica de consultoria e projetos acústicos, coordenador do Comitê de Acústica Ambiental da Associação Brasileira para a Qualidade Acústica (ProAcústica) e membro do comitê de acústica da ABNT.