Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Laminado melamínico protege e decora fachadas de edifícios

Constituído por uma folha decorativa, o laminado melamínico é revestido com película super-resistente que protege contra intempéries e raios UV. Saiba mais

Publicado em: 05/01/2009Atualizado em: 31/01/2020

Texto: Redação AECweb

Redação AECweb

Substrato composto de fibra celulósica impregnada com resina fenólica, o laminado melamínico apresenta em sua superfície a folha decorativa. O resguardo do revestimento fica a cargo da película de alta resistência que permite exposição à chuva, desde que o material não fique submerso,  e também ao granizo, chuva ácida e vento. Por receber proteção U.V., o material é ainda resistente aos raios solares.

Portanto, esses fenômenos naturais não causam nenhum efeito sobre a superfície e o substrato do laminado, impedindo o descolamento das camadas. Além disso, o laminado é resistente às oscilações de temperatura, ao impacto e à corrosão, sendo, ainda, antiestático. “O laminado mais comercializado no mercado é o de espessura de 10 mm, porém, dependendo do projeto, pode ser utilizado o menor, de 6 mm ”, diz Reginaldo Missiato, gerente de Marketing e Produto da Formica.

Segundo ele, a composição do produto permite sua utilização sem restrições em qualquer região, até mesmo no litoral, pois não é afetado pela salinidade. “É disponível em diversos desenhos de madeiras nobres e, devido a sua alta resistência, dispensa eventuais manutenções que a madeira natural necessita. Nós, por exemplo, utilizamos madeiras de reflorestamento, resultando em baixo impacto ao meio ambiente”, comenta.

Aplicação
Para garantir o desempenho do produto, o processo de instalação é fundamental.  “O procedimento executado deve respeitar os distanciamentos entre os pontos de fixação, especificados pelo fabricante. A empresa desenvolveu um manual de aplicação contendo dois sistemas, o de parafuso visível e o não-visível”, conta, dizendo que na fixação visível, cujo custo costuma ser menor, o parafuso é inserido de fora para dentro, ficando exposto e podendo utilizar parafusos com acabamentos. “Na fixação visível, a inserção do parafuso é feita de dentro para fora, penetrando em 70% do total da espessura e não transpassando o laminado”, diz.

Em relação ao rejunte, Missiato explica que não é necessário ser utilizado nas fachadas ventiladas, é preciso apenas manter o distanciamento de 5 mm entre os painéis. “No caso de fachadas não-ventiladas, utiliza-se rejunte a base de silicone, também com distanciamento de 5 mm ”, observa. O fato de a superfície não ser porosa, evita a retenção de sujeira e a proliferação de fungos e bactérias é inexistente. “A manutenção é simples, apenas lavagem com água, manual ou pressurizada, com detergente neutro”, ensina.

De acordo com ele, o laminado melamínico é um produto que exige qualidade, por isso são aplicados diversos testes de verificação das características físicas e mecânicas. “O produto tem que atender às exigências da NEMA LD3, ISO 4586-1 e ASTM. Quanto à resistência, a Formica oferece garantia de dez anos”, finaliza Reginaldo Missiato.