Por que investir em uma plataforma de manutenção industrial?

Confira cinco estratégias para ajudar a conscientizar diretores e outros tomadores de decisão sobre a relevância da área de manutenção

Publicado em: 19/05/2021

Texto: Juliana Nakamura

Plataforma de manutenção industrial
O planejamento de manutenção permite manter a disponibilidade do ativo, proporciona economia e ajuda a garantir a qualidade dos produtos produzidos (Foto: greenbutterfly/Shutterstock)

Em uma época na qual a manutenção é tão estratégica para os resultados das indústrias, implantar um bom sistema para gerir as intervenções preventivas e corretivas nos equipamentos parece uma escolha óbvia.

Por outro, a manutenção costuma ser vista como um custo, sendo um dos primeiros itens a serem cortados dos planos de investimentos das empresas
Felipe Fernandez

Na prática, contudo, quem trabalha com manutenção industrial precisa vencer alguns desafios em suas rotinas. Por um lado, as equipes precisam trabalhar duro para elevar a confiabilidade das plantas. “Por outro, a manutenção costuma ser vista como um custo, sendo um dos primeiros itens a serem cortados dos planos de investimentos das empresas”, explica Felipe Fernandez, consultor de implantação na e-Construmarket. Ele lembra que, quando bem elaborado e executado, o planejamento de manutenção permite manter a disponibilidade do ativo, proporciona economia e ajuda a garantir a qualidade dos produtos produzidos.

8 motivos para contratar uma ferramenta de manutenção industrial. Confira!
5 desafios comuns na gestão de manutenção industrial

Então, como demonstrar para a diretoria a importância de investir em um sistema de manutenção industrial? Vamos responder essa pergunta abaixo e ajudar a mudar esse mindset. Continue conosco:

1- Respalde-se em dados sólidos

Nada melhor do que dados consistentes e embasamento técnico para convencer alguém sobre a importância de algo. No caso da manutenção, algumas informações são fundamentais para subsidiar a argumentação sobre o investimento na área. Entre elas podemos destacar a capacidade total de produção da empresa, a eficiência atual, o número de paradas inesperadas em equipamentos críticos e a quantidade de produtos defeituosos produzidos.

A partir desses dados torna-se viável estimar o impacto do investimento em manutenção e a potencial redução de gastos. Tendo em mãos o custo médio por cada hora de downtime é possível, por exemplo, mensurar o montante a ser economizado com melhorias na manutenção.

Além disso, aumentar a confiabilidade dos equipamentos reduz os custos de operação da planta e eleva a longevidade dos ativos. Todas essas economias precisam ser contabilizadas e inseridas no cálculo de ROI (retorno sobre o investimento) para apresentação aos gestores.

2- Engajamento de outros setores

A área de manutenção não é uma ilha. Ela interage com muitos outros departamentos, especialmente com o setor de produção, em busca do objetivo comum de proporcionar os melhores resultados para a empresa. Por isso, a estratégia para conscientizar os gestores sobre a importância de investir em manutenção deve ser reforçada com o envolvimento de colaboradores de outros setores.

Também é de interesse das equipes de produção e de controle de qualidade, por exemplo, que os equipamentos funcionem melhor e continuamente
Márcio Gonçalves

“Também é de interesse das equipes de produção e de controle de qualidade, por exemplo, que os equipamentos funcionem melhor e continuamente”, salienta Márcio Gonçalves, gerente de contas do SIM+, plataforma inteligente para gestão de manutenção industrial da e-Construmarket.

3- Aumento de capacidade de produção

Quando uma indústria precisa ampliar sua capacidade de produção, o primeiro impulso é apostar em novas linhas e equipamentos. Mas há uma rota mais econômica para obter esse ganho de capacidade: o aprimoramento dos serviços de manutenção. A pergunta a se fazer é: por que investir na aquisição de novos equipamentos se é possível aumentar a capacidade de produção com boas práticas de manutenção que exigem menor desembolso?

Baixe o template gratuito e melhore a qualidade do controle de chamados e OSs!

4- Mais segurança no trabalho

Investimentos adequados em manutenção geralmente estão associados ao aumento dos níveis de segurança das plantas. Ao reduzir a probabilidade de quebra inesperada de equipamentos ou de funcionamento inadequado, a exposição dos colaboradores a riscos também é diminuída. Daí a importância de apresentar os cuidados com a manutenção também como uma estratégia para prevenir acidentes de trabalho.

5- Clima organizacional mais saudável

Manter o envolvimento das equipes e a qualidade do trabalho na manutenção industrial é algo bem complicado quando os profissionais deixam de ser mantenedores para se transformar em “apagadores de incêndios”. Por isso, utilizar metodologias e sistemas que garantam uma rotina mais previsível é mais uma das razões que justificam o aporte em melhorias de processos e no planejamento da manutenção industrial.

Clique aqui para conhecer um software com recursos pensados para te ajudar a desenvolver o melhor programa de manutenção preventiva e proativa, evitando falhas antes que elas aconteçam.

Leia também:

Por que o gerenciamento de peças é tão importante para a manutenção industrial?
Manutenções preventivas evitam paralisações inesperadas nas indústrias

Colaboração técnica

 
Márcio Gonçalves — gerente de contas do SIM+, plataforma inteligente para gestão de manutenção industrial da e-Construmarket.
 
Felipe Fernandez — Formado em marketing, é consultor de implantação na e-Construmarket.