Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Revestimento para cozinha: conheça os principais

Entenda as diferenças entre os tipos de revestimento para cozinha, saiba o que considerar no momento de selecionar o material ideal e acerte na escolha

Publicado em: 30/10/2023

Texto: Vinícius Veloso

Revestimento para cozinha instalado em um ambiente com visual modernoO revestimento para cozinha deve ser especificado com critério (Foto: Adobe Stock)

Escolher o revestimento para cozinha envolve a análise de diferentes características. Além da estética do material, que precisa dialogar arquitetonicamente com os demais elementos do ambiente, fatores como resistência e durabilidade devem ser considerados. Afinal, trata-se de um espaço com presença de gordura e umidade, ambos capazes de danificar o acabamento.

Pensar no pós-obra também é importante, pois a solução especificada tem que apresentar fácil higienização e não pode permitir a proliferação de fungos, bactérias ou outros microrganismos. Com base nessas particularidades, fica mais simples a tarefa de selecionar a opção ideal para a obra na cozinha entre as dezenas de alternativas de revestimentos disponíveis no mercado.

Tipos de revestimento para cozinha

São muitos os tipos de revestimento para cozinha e é comum surgirem dúvidas no momento de decidir qual será aplicado. Uma dica para acertar nessa definição é conhecer os atributos de cada um dos materiais. Assim, é possível cruzar essas informações com as necessidades do projeto para eleger o produto mais adequado. Conheça, logo abaixo, algumas soluções.

Revestimento cerâmico

Entre os revestimentos mais usados na cozinha estão as peças cerâmicas. A popularidade desse material pode ser explicada por suas vantagens, como instalação simples e grande variedade de opções disponíveis no mercado. Resistentes contra o contato com a água, também têm uma excelente relação custo x benefício. Além disso, são duráveis e fáceis de limpar.

E mais: não representam uma dificuldade para o arquiteto na concepção do espaço, pois possuem uma vasta gama de cores, padrões e tamanhos que permitem a adaptação a qualquer cozinha.

Ladrilho hidráulico

Produzido de modo artesanal, o ladrilho hidráulico é um pré-moldado de concreto. Durante a sua produção, a peça passa pela imersão em água — etapa que garante a resistência contra desgaste, abrasão e impactos. Também são características desse material a elevada vida útil (que pode chegar a 80 anos) em ambientes residenciais e a grande facilidade de higienização.

Com muitas opções de estampas, que vão das alternativas mais neutras até aquelas coloridas, é ideal para destacar elementos na cozinha ou demarcar as áreas da geladeira, fogão ou mesa.

Revestimento para cozinha claraO revestimento para cozinha deve estar em harmonia com o ambiente (Foto: Adobe Stock)

Revestimento adesivo

Para ser aplicado na cozinha, o revestimento adesivo deve ser produzido a partir do PVC — material resistente contra a umidade. Bastante prático, é uma alternativa interessante para quem pretende renovar o visual de um ambiente sem executar grandes obras. Já a limpeza da superfície é realizada apenas com o uso de uma esponja ou de um pano umedecido na água.

Esse tipo de revestimento pode ser encontrado em modelos distintos, além de possuir tamanhos e estampas variadas. Caso necessário, pode ser substituído de modo simples.

Porcelanato

O porcelanato apresenta características ideais para ser usado como revestimento para cozinha. Bastante resistente, manutenção fácil, disponível com texturas e cores distintas e baixo nível de absorção de água são algumas das particularidades dessa solução, que pode ser aplicada nas paredes, pisos e bancadas. Também não sofre com ataques químicos.

O produto pode ser empregado para simular o visual de outros materiais, como a madeira que não tem um bom desempenho quando especificada para ambientes com muita umidade.

Pastilhas

Bastante versáteis, as pastilhas podem ser fabricadas a partir de diferentes materiais (plástico, porcelanato, cerâmica, vidro, pedras, entre outros). Essa é uma solução para cozinhas que apostam em um visual mais clássico, proporcionado pelo padrão variado dessa solução. Podem ser usadas para destacar uma superfície, ou então, aplicadas em todas as paredes do ambiente.

Algumas opções, como as metálicas e de vidro, são empregadas para criação de espaços mais modernos. É possível, ainda, combiná-las com o sistema de iluminação para valorizá-las.

Pedras naturais

Mármore e granito são as pedras mais lembradas quando o assunto é revestimento para cozinha. Mas, é preciso atenção para especificar essas rochas. O mármore tem porosidade elevada, assim absorve a água e a gordura — podendo manchar facilmente quando esses elementos estão presentes no ambiente. Por isso, o granito torna-se a melhor alternativa.

Resistente, prática de limpar e bastante durável, essa pedra pode ser aproveitada para revestir as paredes e na execução de bancadas, pias, tampo de mesa para as refeições e ilhas gourmet.

Cimento queimado usado como revestimento para cozinhaO cimento queimado é opção entre os revestimentos para cozinha (Foto: Adobe Stock)

Tijolinho aparente

Os tijolinhos aparentes são indicados para cozinhas concebidas com um visual mais rústico. Além do tradicional laranja, é possível optar por materiais com outras tonalidades — desde as peças brancas até as mais escuras. No entanto, contra esse revestimento está o fato de que se trata de um material que suja com maior facilidade (o que não combina com o ambiente).

A limpeza dos tijolinhos aparentes também é mais difícil após o acúmulo de gordura. Por isso, o ideal é que essa solução seja empregada em áreas pequenas com o objetivo de destacá-las.

Cimento queimado

Outra opção para projetos de cozinhas com visual mais rústico são as paredes de cimento queimado. Esse acabamento é obtido a partir do uso de argamassa produzida com água, areia e cimento — mistura que depois recebe a aplicação de cimento em pó. Ou então, é possível optar pelas texturas acrílicas que simulam sua aparência e têm execução muito mais simples.

Com baixa necessidade de manutenção, elevada resistência e limpeza bastante simples, o cimento queimado pode receber diferentes pigmentos que alteram a sua tonalidade.

Revestimento para bancadas de cozinhas

Cada vez mais, as bancadas estão se tornando as protagonistas nos projetos de cozinhas. Com tamanho destaque no ambiente, essas estruturas também pedem um revestimento que seja durável e fácil de limpar. Muitas das opções usadas nas paredes e pisos podem ser empregadas nas bancadas, mas também é possível optar por alternativas distintas para diferenciá-las.

Alguns dos revestimentos utilizados em bancadas de cozinhas são:

  • Porcelanato
  • Aço inox
  • Revestimento epóxi
  • Granito
  • Melamina
  • Madeira
Revestimento para cozinha instalado em um ambiente iluminadoÉ preciso cuidado ao instalar o revestimento para cozinha (Foto: Adobe Stock)

Qualidade do revestimento para cozinha

Além de acertar na escolha do material do revestimento para cozinha, outros cuidados são fundamentais para garantir a beleza do acabamento e para que o visual perdure por muito tempo. O primeiro passo nessa direção é contar com o auxílio de mão de obra especializada, mesmo para aqueles produtos que têm aplicação aparentemente mais simples. Contar com a ajuda de um profissional que entenda do assunto proporcionará o melhor resultado possível.

A manutenção adequada também é indispensável. Esse procedimento deve ser sempre realizado seguindo as recomendações do fabricante, inclusive em relação à frequência.