Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Saiba como as telhas de fibra vegetal são produzidas

Esse tipo de telha é desenvolvido com fibra de celulose – extraída de papel reciclado – e não tem amianto. Ecologicamente correta, sua demanda é cada vez maior

Publicado em: 09/02/2009Atualizado em: 30/04/2020

Texto: Redação AECweb

Redação AECweb

Telha de fibra vegetal: produção e uso sustentável

A gama de materiais de construção conta com um item para a cobertura: a telha de fibra vegetal, cuja matéria-prima principal é a fibra de celulose, extraída de papel reciclado – e não contém amianto. As telhas são impermeabilizadas com betume e protegidas por uma resina especial, contra raios UV, impedindo a escamação da superfície.


O processo de produção envolve alta tecnologia. “Antes de chegar à fábrica, o papel é separado de acordo com o tipo de apara. Os lotes são analisados e depois é preparada uma ‘receita’, na qual quantidades específicas de cada tipo de papel são dosadas para se obter a mistura ideal. Estas aparas de papel são dissolvidas em água quente. Neste processo é separada a fibra de celulose dos demais resíduos eventualmente presentes na mistura, como plásticos e pedaços de metal”, diz Flavia Souto, coordenadora de marketing da Onduline do Brasil.

Segundo ela, a ‘massa’ de celulose é prensada, ondulada e mergulhada em betume quente, material que irá impermeabilizar e propiciar a resistência mecânica à telha. “Por último, a Onduline aplica uma resina, de fórmula exclusiva, que protege a telha dos raios UV e impede a escamação da superfície”, acrescenta. O produto da Onduline, empresa francesa criada em 1944, vem sendo comercializado no Brasil desde 1996, entretanto a fábrica nacional foi inaugurada em 2006.


Durante a produção, o consumo de energia elétrica e de gás natural é de cerca de 2,8 kw/h por m² de telha. O circuito fechado proporciona o reaproveitamento de água, apenas com reposição do que é evaporado. “Por ser utilizada a fibra de celulose extraída do papel reciclado, nenhuma árvore é derrubada para a obtenção de insumo para o produto. Uma tonelada de celulose significa evitar o corte de 30 árvores e resulta na produção de 300 telhas. A Onduline Brasil produz em um ano cinco milhões de telhas, o que significa evitar o corte de cerca de 500 mil árvores. Além disso, para impermeabilizar a telha, é aplicado betume que, por não ser queimado, não libera gás carbônico para a atmosfera”, ressalta.


Especificação
Flavia Souto observa que muitos arquitetos estão se especializando em projetos ecologicamente sustentáveis, assim como as construtoras e as obras do governo começam a adotar boas práticas de construção. “Por isso a procura pelo produto tem aumentado”, diz, informando que entre 2006 e 2007, o crescimento nas vendas no país foi de 19%. A maior parcela da produção ainda é comercializada para consumidores finais, por isso a Onduline vem realizando um trabalho de comunicação com foco nas construtoras para divulgar o custo-benefício da telha vegetal.


"O metro quadrado de telha Onduline custa bem menos do que o de uma telha cerâmica. Tanto em relação a este tipo de cobertura quanto em comparação às telhas de fibrocimento ou cimento amianto, o custo total da cobertura também é reduzido, pois Onduline demanda menor quantidade de madeira, devido a sua leveza”, afirma.


A telha de fibra vegetal não tem restrições quanto a aspectos climáticos. “A Onduline está presente em mais de 100 países, sendo utilizada em regiões de clima muito frio, como Rússia e Noruega, quentes como no Brasil e Índia. A telha é bem resistente a ventos fortes, neve e chuva de granizo”, comenta, dizendo que mesmo a telha não sendo isolante térmica, apresenta boa performance em relação á transmissão de calor.


Quanto à instalação, a empresa recomenda o produto aos mais variados estilos de telhado, desde que a inclinação seja maior que 18º para os modelos de 2,00 m x 0,95 m e 2,00 m X 1,05 m ; e mais que 27º para as telhas com as medidas 0,50 m X 0,95 m , 0,50 m X 1,05 m e 0,40 X 1,06 m . “A quantidade e posicionamento dos fixadores devem estar corretos, assim como é necessário seguir as orientações em relação à paginação das telhas, o beiral e recobrimento máximos permitidos. Disponibilizamos todas as orientações de instalação no site da empresa. A vida útil da telha é indeterminada, e como em todas as telhas do mercado, depende de fatores ambientais externos, porém a Onduline oferece garantia de 15 anos de impermeabilização”, finaliza Flavia Souto.