Telhas de alumínio são opção leve e sustentável para coberturas e revestimentos

Onduladas, trapezoidais ou zipadas, telhas metálicas são indicadas para aplicações diversas, de residências a galpões industriais

Publicado em: 21/03/2022

Texto: Juliana Nakamura

imagem de um telhado feito de aluminio com vegetação rasteira em frente e arvores ao fundo, em um dia iluminado
As telhas de alumínio podem cobrir edificações residenciais, edifícios comerciais e até aeroportos, pavilhões de exposições, e instituições de ensino (Foto: Flystock/Shutterstock)

Inicialmente restritas ao segmento industrial, as telhas de alumínio têm adquirido múltiplas aplicações nos últimos anos. Elas podem cobrir edificações residenciais, edifícios comerciais e até aeroportos, pavilhões de exposições, e instituições de ensino. As telhas de alumínio também podem ser utilizadas como revestimento lateral.

Características como baixo peso, capacidade de vencer grandes vãos e elevada resistência à corrosão explicam o interesse por esse sistema de cobertura. Há, também fatores positivos relacionados à sustentabilidade, como a reciclabilidade do alumínio e a refletividade das telhas. Segundo dados da Associação Brasileira de Alumínio (Abal), o índice de refletância das coberturas de alumínio é de aproximadamente 74%. Isso contribui para diminuir a carga térmica no interior dos ambientes e para elevar a eficiência energética.

Coberturas simples

As telhas de alumínio podem ser instaladas sobre diversos tipos de estruturas. Elas são oferecidas geralmente, com comprimento variando entre 2 e 12 metros. Porém, podem ser cortadas em outras dimensões, conforme as especificações do projeto.

“Desde que o projeto seja elaborado respeitando os critérios estabelecidos pelas normas técnicas e observando as necessidades específicas da edificação, as telhas de alumínio podem apresentar desempenho similar ou superior em comparação a outros materiais, não havendo limitações para sua aplicação”, comenta a arquiteta Magda Reis, consultora da Abal.

Ela conta que as coberturas de alumínio podem ser pré-fabricadas ou montadas no local. Entre as que chegam ao canteiro prontas para a instalação, há três tipologias usuais, detalhadas a seguir:

Telhas onduladas

Caracterizadas por esbeltez e baixa altura de onda, as telhas onduladas são recomendadas para aplicações em estruturas em forma de arco. Elas podem ser encontradas em duas versões: econômico/popular, com espessura de 0,2 mm e convencional, com espessura entre 0,4 e 1 mm.

Nesse grupo está a Votoral AF 18/988, que pode ser usada em coberturas ou revestimentos. O produto oferece alta capacidade de isolamento térmico, visto que reflete o calor incidente. No Guia de Produtos de AECWEB é possível obter mais informações sobre esse e outros produtos.

Telhas trapezoidais

Produzidas com espessuras entre 0,4 e 1 mm, as telhas trapezoidais são recomendadas para aplicações que exigem sobrecarga distribuída frequente. Um produto deste tipo é a Trapezoidal T25, fabricada pela Colortelha, indicada pequenas coberturas e fechamentos laterais. Segundo o fabricante, essa telha é produzida com largura útil de 1024 mm e comprimento personalizado de acordo com o projeto.

A Cumeeira TP 100 é uma telha trapezoidal de alumínio que serve como acabamento. A peça foi desenvolvida para instalação na parte mais elevada do telhado, localizada na intersecção entre duas águas-mestras. Desenvolvido pela Termovale, o produto é encontrado em três espessuras (0,43 mm, 0,50 mm e 0,65 mm) e pode ser cotado aqui.

Telha trapezoidal nervurada

Indicada para aplicações em grandes coberturas e fechamentos laterais, as telhas trapezoidais com nervuras oferecem melhor aproveitamento por metro quadrado e são produzidas com espessuras entre 0,4 a 1 mm.

Entre os produtos que se enquadram nessa classificação está a Votoral AF 38/1025, para uso em grandes coberturas e fechamentos laterais. Outra opção são as telhas Belmetal, que podem ser utilizadas em diversos tipos de estruturas (espacial, em shed e em arco) e estão disponíveis nos modelos ondulado, trapezoidal e trapezoidal nervurada.

Telhas zipadas

Entre as telhas de alumínio montadas in loco, destacam-se os modelos zipados, usados em obras industriais, galpões logísticos e hipermercados. Esses sistemas se caracterizam pela rápida montagem e por não apresentam perfurações, garantindo estanqueidade mesmo para baixos índices de inclinação da estrutura.

Um produto que ilustra esse tipo de solução é o Bemo-Roof. O sistema é composto por telhas contínuas, zipadas ou perfuradas, sem emendas ou sobreposições, perfiladas em quaisquer comprimentos, inclusive superiores a 100 m, a partir de bobinas, permitindo baixas inclinações. Clique aqui para obter mais informações sobre este produto e a cotação de preços.

Sistemas Termoacústicos

As telhas de alumínio podem gerar tanto coberturas simples, quanto sistemas mais complexos, capazes de promover melhor desempenho térmico e termoacústico.

Quando a exigência é somente térmica, uma solução usual é a combinação de duas telhas trapezoidais de alumínio envolvendo um miolo injetado de espuma rígida de poliuretano com 30 mm de espessura. Já para os casos que demandam, também, propriedades acústicas, o sistema pode ser concebido com duas telhas onduladas ou trapezoidais espaçadas por um perfil tipo cartola e miolo isolante de lã de vidro ou lã de rocha com espessura de 50 mm, ou de poliestireno expandido classe F1.

Dimensionamento e instalação

Além dos aspectos relacionados ao design, um projeto que envolve coberturas metálicas precisa garantir compatibilização com outras disciplinas, como estruturas, arquitetura e instalações.

Para garantir estanqueidade, vedação e segurança, o sistema deve ser dimensionado em função de três aspectos: a carga de ventos na região onde se localiza a obra, a distância entre as terças e a inclinação da água do telhado. Outro requisito importante é o desempenho térmico e acústico da cobertura, que precisa ser condizente com as necessidades específicas do projeto.

Além disso, o telhado deve ser tratado como um sistema, com foco não apenas nas telhas, como também nos demais componentes, como estruturas de apoio e peças de arremate, como rufos, pingadeiras e cumeeiras.

Como comprar coberturas de alumínio?

Na hora de selecionar um fornecedor de telhas de alumínio, uma boa prática é verificar se os catálogos do produto contém as especificações e características técnicas do metal utilizado na produção das telhas. Também é fundamental certificar-se de que as normas técnicas foram atendidas na produção das peças, em especial a ABNT NBR 14.331: 2009 — Alumínio e suas ligas — Telhas e acessórios — Requisitos, projeto e instalação.

Leia também:

Telha sanduíche oferece proteção e conforto às edificações 
Saiba como especificar e instalar o telhado certo 
Telhas galvanizadas aliam conforto térmico e custo-benefício