Uso de painéis estruturais de PVC é tendência em moradias populares

Sistema construtivo com painéis estruturais de PVC preenchidos com concreto facilita a gestão da obra, dispensa acabamento e garante vida longa à edificação. Saiba mais

Publicado em: 05/10/2010Atualizado em: 17/06/2019

Texto: Redação AECweb


Tendência: sistema construtivo em PVC

Redação AECweb

A grande novidade nos canteiros de moradias populares é o sistema construtivo de painéis estruturais de PVC preenchidos com concreto. Duas empresas já oferecem a solução no Brasil: a Global Housing que produz em sua fábrica, em Santa Catarina, e a Royal que comercializa o sistema com perfis importados de sua planta na Argentina. Ideal para a construção de habitações populares em grande escala, por seu elevado nível de industrialização, está presente em obras de algumas regiões do país. A tecnologia construtiva foi avaliada pelo SINAT – Sistema Nacional de Avaliações Técnicas – do PBQP-H, que estabeleceu a diretriz para seu uso, publicada no site no programa.

Luciano Nunes, diretor da Vinyl Arena, consultoria em PVC, explica que as paredes têm espessura final de 80 mm. “São constituídas por painéis de PVC que cumprem, ao mesmo tempo, a função de fôrmas incorporadas à parede, e a de revestimento e acabamento final”, diz. Montados como um ‘lego’, os painéis são acoplados entre si por meio de encaixes nas laterais. As paredes são ancoradas à fundação, possuem armaduras verticais nos encontros entre paredes e nas laterais dos vãos de portas e janelas, armaduras horizontais nas vergas, contravergas e no nível de respaldo da parede, como uma cinta de amarração. A solução pode ser utilizada para a construção de casas horizontais unifamiliares; sobrados – como os construídos pela CDHU em São Luiz do Paraitinga –; e de edifícios de até cinco pavimentos.

“As construtoras que hoje atuam no segmento de moradias populares buscam elevada produtividade para entregar a obra em tempo recorde, utilizando o mínimo de mão de obra. Com esse sistema, uma casa de 40 m² pode ser montada com 200 hs/homem”, informa Nunes. De posse do kit com todas as paredes da casa, a construtora prepara o radier e sobre ele monta as paredes que são, em seguida, preenchidas com concreto usinado. “É uma verdadeira linha de montagem”, ressalta Nunes, lembrando que no caso de alteração do projeto para um novo empreendimento, basta a construtora enviar o detalhamento à fábrica, encomendando o kit adequado.

Tendência: sistema construtivo em PVC

O sistema construtivo em PVC facilita a gestão da obra, de acordo com o consultor. “A construtora tem maior controle de volumes e custos dos insumos, especialmente do concreto. Portanto, não haverá desperdício. O mesmo acontece com o acabamento, que fica dispensado – não há reboco, nem massa grossa, fina, e pintura, porque os próprios painéis de PVC cumprem essa função”, diz. Por se tratar de sistema industrializado, o respeito ao projeto original é maior, se comparado ao que o sistema convencional proporciona. Além disso, elimina o ‘jeitinho’ comum em obras, pois os painéis dimensionados em projeto são equacionados na fábrica e entregues no canteiro. A durabilidade da edificação chega a 50 anos, com garantia de 15 anos.


O maior benefício para o morador, segundo Nunes, é a durabilidade e a baixa manutenção do sistema em PVC. “Com água e sabão se faz a limpeza das paredes, sem necessidade de pintura freqüente. E o conforto ambiental fica assegurado pelo alto desempenho termoacústico do material”, afirma. A Global Housing realizou avaliação pós-ocupação junto aos moradores de um conjunto habitacional em Caxias do Sul (RS), onde parte das casas foi construída em PVC, outra em madeira e algumas utilizaram apenas alvenaria. “O resultado da não foi uma surpresa: mostrou que os moradores mais satisfeitos eram os ocupantes das casas em sistema construtivo de PVC, por conta da facilidade de limpeza, conforto termoacústico e da estética do acabamento”, conta Nunes. Foi feita, também, pesquisa de percepção com os moradores de um empreendimento com 26 casas, no município de Luis Alves (SC), com resultados similares.

MAIS NOVIDADES

Tendência: sistema construtivo em PVC

O consultor destaca duas outras inovações em PVC, já em uso no país: o siding, revestimento externo de parede; e as portas internas. “Os Estados Unidos são o único lugar do mundo em que o sidign de PVC é largamente empregado na construção civil. No Brasil, a Duro Plásticos – empresa localizada em Goiás – lançou e está tendo sucesso com o produto em habitações de interesse social. Além de valorizar a estética da residência, o siding tem função estrutural no fechamento do oitão, como faz a Rodobens nas obras populares”, explica Nunes. As réguas de PVC são fixadas numa estrutura metálica, dispensando alvenaria e acabamento.

As portas e batentes para áreas internas em PVC voltadas para edificações dos segmentos de alto e médio padrão, também estão sendo produzidas no país - mais precisamente no Paraná, pela Airot. São fornecidas na forma de kit, nas tipologias de abrir e de correr, e apresentam durabilidade maior do que as de madeira, dispensando manutenção. Têm acabamentos diferenciados, com ótimo resultado estético. “Essa solução encontra receptividade em residências, escritórios e, principalmente em hotéis, que exigem isolamento acústico maior nas portas internas. A vedação é aplicada em todo o perímetro da peça, assegurando que o som não entre no ambiente. Como nos demais produtos de PVC, a porta dispensa pintura, é imune à umidade e ao cupim”, conclui.

Redação AECweb