2,8 milhões de trabalhadores estão nas obras

Texto: Redação AECweb

Sergio Watanabe, presidente do Sinduscon-SP, calcula que o setor encerre 2010 com um estoque de 2,8 milhões de trabalhadores.


08 de dezembro de 2010 - O emprego com carteira assinada na construção civil neste ano cresceu mais que o dobro da média nacional da ocupação para o setor nas seis regiões metropolitanas do País pesquisadas pelo IBGE, segundo dados do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo.

Entre janeiro e outubro deste ano, o número de empregados com carteira de trabalho assinada no setor aumentou 15,1% na comparação com igual período de 2009. Enquanto isso, a ocupação na construção civil como um todo teve um acréscimo de 7%.

Sergio Watanabe, presidente do Sinduscon-SP, calcula que o setor encerre 2010 com um estoque de 2,8 milhões de trabalhadores. Ele acredita que a falta de mão de obra continuará sendo um problema em 2011.


Fonte: O Estado de S. Paulo - SP