Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

A cada dia, um pedido de selo para construção sustentável no Brasil

Texto: Redação AECweb

Procura vem crescendo desde setembro de 2011, diz levantamento do GreenBuilding Council


12 de abril de 2012 - A cada dia útil, um empreendimento solicita o selo Leed de sustentabilidade, do GreenBuilding Council Brasil (GBCB). A instituição constatou que a procura pelo certificado está maior, desde setembro de 2011. O levantamento do GBCB mostra também que o mês de fevereiro teve um recorde de pedidos de certificação no país: 36. Já em março, a instituição recebeu 26 pedidos, e concedeu três certificados, sendo dois para São Paulo e um para o Rio.

— Este movimento está acontecendo, em grande parte, porque a sustentabilidade virou uma demanda de mercado. O metro quadrado dos empreendimentos certificados fica mais valorizado e ocorre um aumento da velocidade de ocupação e de comercialização, enquanto há uma diminuição do risco do investimento — diz Felipe Faria, gerente de relações governamentais e institucionais do GBC Brasil.

Segundo ele, é inegável que o aumento da atividade de construção civil no país estimula os pedidos de certificação. O interesse de muitos empresários é a redução de cerca de 10% nos custos operacionais (energia, água, segurança, investimento em TI ) de um prédio sustentável em relação a um comum. De acordo com Faria, ao longo da vida útil de uma edificação, o valor gasto na parte operacional dela representa cerca de 80% de seu custo total.

Brasil possui três tipos de certificados de construção sustentável

— Este movimento de construção sustentável está elevando o padrão técnico do mercado, o que beneficia a indústria dos produtos ecológicos e que têm sua matéria-prima composta de reciclados — afirma Faria.

No Brasil existem atualmente três tipos de certificação de empreendimento sustentável: Leed (americana, oferecida pelo GBCB); Aqua (certificação brasileira, da Fundação Vanzolini) e a Breeam (inglesa, oferecida pelo Building Research Establishment). Todas cuidam de questões como eficiência no uso de água, energia, do descarte de resíduos, do estacionamento e de todos os fatores relacionados ao impacto ambiental. No entanto, os critérios para a concessão dos selos variam.

No ranking de empreendimentos em busca da certificação Leed, o Brasil está em quarto lugar, depois de Estados Unidos, Emirados Árabes Unidos e China. O Brasil contabiliza 503 registros e 46 certificados Leed, desde 2007.

Fonte: O Globo

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: