ABNT abre Comissão de Estudo de Reforma em Edificações

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Esta e outras novidades referentes à normalização do setor podem ser conferidas no relatório do mês de setembro

04 de outubro de 2012 - Foi aberta pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) a Comissão de Estudo de Reforma em Edificações (CE-02:124.17). Está em elaboração o texto-base que dará início aos trabalhos da Comissão com o objetivo de criar normas referentes ao projeto, execução, segurança e controle em obras de reformas em edificações. Na próxima reunião, ainda a ser agendada, será eleito um coordenador para os trabalhos.

A Comissão de Estudo de sistemas prediais de água fria e quente (CE 02:146.03-003) deu continuação aos trabalhos para unificação das normas referentes ao assunto. O escopo inicial do trabalho é: normalização no campo de projetos hidráulico-sanitários para água quente e água fria no que concerne a terminologia, requisito, procedimentos e métodos de ensaios. Na última reunião foram discutidos assuntos relativos ao uso racional de água e vazões.

Essas e outras novidades estão no relatório de normalização, referente ao mês de setembro, que está disponível para consulta no site do Secovi-SP. Para acessar a íntegra do documento, clique aqui. O documento também está disponível no site dos Manuais de Escopo de Contratação de Projetos e Serviços para a Indústria Imobiliária.

Relatório traz novidades de normalização todos os meses

Resultado de parceria entre Secovi-SP (Sindicato da Habitação), SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) e CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), o trabalho tem por objetivo a participação ativa das entidades na tomada de decisões das comissões. O relatório, elaborado por Ronaldo Sá, é atualizado mensalmente, com a consolidação dos principais aspectos e o andamento das comissões de estudo da Associação.

Conforme diretiva da ABNT, somente quem participa de 30% das reuniões pode discutir os pontos identificados em consulta nacional. A equipe que faz o acompanhamento das comissões adotou uma metodologia que inclui desenvolvimento de textos e atuação em pontos isolados, de acordo com deliberações dos integrantes da vice-presidência de Tecnologia e Qualidade do Secovi-SP.

Fonte: Secovi - SP