Ações locatícias estão em expansão na Capital

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Alta foi de 50% em relação ao mesmo mês de 2013, provavelmente porque houve mais dias úteis em fevereiro deste ano

19 de março de 2014 - O volume de ações locatícias protocoladas na cidade de São Paulo cresceu 50,5% em fevereiro, em comparação com os processos apurados no mesmo período do ano passado. Segundo levantamento feito pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação) no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, em fevereiro foram registradas 1.689 ações, contra 1.122 no mesmo mês de 2013. “Muito provavelmente, essa alta decorre do maior número de dias úteis. Em 2013, o Carnaval caiu em fevereiro. Neste ano, em março”, analisa Jaques Bushatsky, diretor de Legislação do Inquilinato do Secovi-SP (Sindicato da Habitação). Em relação a janeiro (1.599 ações), observou-se um aumento de 5,6% no número de processos. “Tudo indica que houve um represamento na distribuição de ações em janeiro e elas foram distribuídas em fevereiro”, completa o diretor.

A falta de pagamento respondeu pela maior parte das ações locatícias em fevereiro: 83,2% do total, o equivalente a 1.406 ocorrências. As ações ordinárias ocuparam a segunda colocação, com 142 processos e fatia de 8,4%. As ações renovatórias e as consignatórias participaram, respectivamente, com 126 (7,5%) e 15 (0,9%) processos.

O total de ações acumuladas de período de março de 2013 a fevereiro de 2014, de 18.995 casos, foi 2,7% superior ao acumulado durante todo o ano de 2013 (18.487 ações).

Fonte: Secovi-SP