Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Açolab Venture investirá em startup do setor energético

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Fundo de Corporate Venture Capital criado pela ArcelorMittal fará um aporte de R$ 3,5 milhões na Beenx, a primeira one stop shop digital de energia do país

Beenx
A Beenx tem sede em São Paulo (Foto: Divulgação/ArcelorMittal)

27/01/2023 | 14:16  — A ArcelorMittal, por meio do Açolab Venture — fundo de Corporate Venture Capital (CVC) criado pela empresa em 2021 —, fará um aporte de R$ 3,5 milhões na Brasil Energy Exchange (Beenx). A startup, que tem sede em São Paulo, é a primeira one stop shop digital de energia do país, negociando energia elétrica, certificados de energia limpa e outros produtos financeiros em um ambiente totalmente virtual. Além da ArcelorMittal, a iniciativa reúne AES Brasil, Eneva, GooDz Capital e Fohat Corporation — que juntas investirão R$ 10,5 milhões.

Leia também

Protótipo de construção modular é aprimorado com o aço
O que é uma construtech? Como ela pode impulsionar sua carreira?
Eficiência energética: 5 recomendações para o desenvolvimento de projetos

A Beenx foi criada com o objetivo de atender aos consumidores empresariais que atuam no livre mercado do setor elétrico — parcela do público que já responde por cerca de 40% do consumo energético no Brasil. A companhia se destaca, ainda, pela abertura viabilizada ao segmento financeiro, que poderá atuar de maneira direta no atendimento às empresas (dentro da infraestrutura de mercado via transações digitais seguras e com menores custos).

Para Rodrigo Carazolli, gerente Geral de Inovação e Novos Negócios da ArcelorMittal, o aporte financeiro está alinhado à política da empresa de investir em inovação. “Nosso relacionamento com a Beenx começou em 2018, com uma parceria técnica para fomentar o desenvolvimento da solução. De lá para cá, o mercado evolui muito rapidamente”, diz o executivo, indicando que a companhia quer ser protagonista em iniciativas com foco em eficiência energética.

"O setor elétrico deve passar por uma reestruturação que terá como pilares a automação e a digitalização de processos, visando fomentar um mercado dinâmico que no futuro próximo vai negociar energia por hora, no mercado livre”, prevê Marcio Fenelon gerente de Energia e Gases da ArcelorMittal. “A Beenx permitirá a adequação a este novo modelo, trazendo produtividade, agilidade, robustez e segurança das informações no compliance”, completa.

Além da Beenx, o Açolab Venture já realizou investimentos em outras startups: na Sirros, focada em IoT; e na Modularis Offsite Building e da Agilean — ambas atuantes na construção.


x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: