Aluguéis corporativos de alto padrão devem se acomodar em 2012

Texto: Redação AECweb

Estoque de escritórios que entrou no mercado de São Paulo em 2011 é da ordem de 265 mil metros quadrados

08 de dezembro de 2011 - O presidente da CBRE, Walter Cardoso, afirmou hoje que o mais provável é que os preços dos aluguéis de escritórios corporativos de padrão A no mercado de São Paulo se acomodem em 2012. A perspectiva está atrelada á projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro de 2% a 3% para o próximo ano. Nesse cenário, a absorção líquida pode cair um pouco, assim como a vacância aumentar um pouco.

O estoque de escritórios que entrou no mercado de São Paulo em 2011 é da ordem de 265 mil metros quadrados, e o esperado para 2012 e 2013 é de 380 mil metros quadrados em média por ano.

Não há expectativa de mudanças drásticas para 2012, na avaliação de Cardoso, mas se houver piora do cenário internacional, com quebras de bancos, isso afetará as variáveis de vacância e absorção líquida, que são muito sensíveis. Na mão inversa, se a economia reagir mais do que se espera, os preços de locação podem até subir, conforme o executivo.

Ainda de acordo com Cardoso, os retornos obtidos pelos investidores com aluguéis comerciais decresceram de 2004 para cá, mas ainda estão muito acima da média internacional.

Fonte: G1