Aluguel com aniversário em julho aumentará 1,52%

Texto: Redação AECweb

Contratos novos estão cerca de 11% mais caros do que há um ano. Índice utilizado para reajustar contratos de locação, o IGP-M tem registrado deflação

02 de julho de 2009 - Enquanto a combinação de baixa oferta de imóveis e de grande procura por unidades habitacionais – notadamente nos segmentos de 1 e 2 dormitórios – puxa para cima os valores dos aluguéis novos na cidade de São Paulo, o cenário é alentador para quem renova o contrato de locação.

Dados da Pesquisa sobre Valores de Locação Residencial do Secovi-SP indicam aumento médio de preços da ordem de 11% em 12 meses para quem está à procura de um imóvel para alugar. Na outra ponta, o aluguel com aniversário em julho – e pagamento em agosto – ficará só 1,52% mais caro.

Isso ocorre porque o Índice Geral de Preços do Mercado (IGPM), indicador da Fundação Getúlio Vargas (FGV) muito utilizado para reajustar os contratos de locação, tem registrado deflação. Neste mês, o IGP-M registrou retração de 0,10% em relação a maio, perfazendo uma queda acumulada de 1,24% no primeiro semestre e um discreto aumento de 1,52% no período de 12 meses iniciado em julho de 2008 e encerrado em junho de 2009.

“Isso mostra que assumir um reajuste integral pelo IGP-M é um ótimo negócio, visto que uma eventual troca de moradia implicará uma busca por um produto raro e valorizado”, comenta José Roberto Federighi, vice-presidente de Locação do Secovi-SP.

Cálculo do aluguel
Uma forma direta e simples de calcular o aluguel é utilizar o fator de reajuste. No caso, o fator a ser multiplicado nos contratos vigentes até abril é de 1,0152. Se o valor da locação de julho de 2008 a junho de 2009 foi, por exemplo, de R$ 1 mil, o aluguel a ser pago no final de julho ou início de agosto será, portanto, de R$ 1.015,20.

Fonte: Secovi-SP