Área da construção civil é a campeã em acidentes de trabalho

Texto: Redação AECweb

Setor se encontra em evidência no cenário nacional de estatísticas negativas por conseqüência dos acidentes

22 de fevereiro de 2011 - Área da construção civil é considerada a atividade campeã de acidentes de trabalho e é bastante preocupante, pois colocam o setor em evidência no cenário nacional de estatísticas negativas. A afirmação é da psicóloga do trabalho e técnica de segurança no trabalho, Wanessa Cristina da Silva.

Wanessa explica que para evitar e prevenir os acidentes de trabalho é obrigatório o uso do Equipamento de Proteção Individual (EPI), que ajuda na prevenção desse tipo de acidente. "Sabemos que o risco existe, não somente da empresa, mas também do trabalhador que tem que utilizar os EPIs. O próprio funcionário burla a lei e a autoridade, não fazendo o procedimento adequado de segurança, se submetendo ao risco. O técnico faz o papel de conscientizador, ele cria regras para serem cumpridas", esclarece.

A psicóloga relata que a área da construção civil sempre foi e continua sendo campeã de acidentes de trabalho por causa do risco de queda em função da altura e devido à pressão da conclusão da obra em tempo hábil. "Às vezes para executar um trabalho o funcionário leva meia hora para montar e testar um equipamento para ter segurança e para se acidentar é questão de segundos", alerta.

Wanessa observa que nas atividades da construção civil tem que haver investimento no comportamento do profissional, investimentos nos treinamentos com linguagem mais acessível e na prática. "O trabalhador tem que entender que ele tem usar o EPI para causar bem estar, e se sentir digno na função que ele realiza. O trabalhador não pode se expor ao risco, todo mundo tem inteligência suficiente para respeitar fazendo desta forma", finaliza.


Fonte: Jornal de Uberaba